Saturday, December 17, 2005

Lembro-me de um chá...


Palavras de Agostinho da Silva

Lembro-me de um chá que me deu um monge zen com bolinhos de feijão, para depois me mostrar um jardim zen. Eu nunca vi uma alegria mais espantosa do que a daquele homem! Ele não ria, ele não pulava, ele não nada, nem gesticulava. Era! Mas era a pura alegria, a plena alegria que jamais vi na vida.

Tenho visto muita gente contente, raramente tenho visto gente alegre [...]
*

4 comments:

  1. A humanidade anda muuuito contente...é natal, é carnaval...
    tudo é motivo...

    ReplyDelete
  2. Eu tambem ando muito contente :)
    A felicidade visita-me muitas vezes... e tantas sem motivo nenhum aparente!
    Beijo

    ReplyDelete
  3. Eu AMO esse senhor. Não estou a exagerar... Ele é lindo! Adorei essa frase. Não conhecia ainda.
    Para o ano será o centenário do seu nascimento. Estou toda contente.
    Beijinhos!

    ReplyDelete
  4. Tambem gosto imenso e lembro-me de o ouvir na tv...
    Andei à procura de uma foto dele c/ gatos (ele gostava muito dos bichanos)mas nao encontrei.
    Beijitos

    ReplyDelete