Wednesday, June 29, 2011

uma realidade horrível e... uma boa notícia!


Este cão está assim no canil municipal de monsanto,após ter sido agredido por outro cão no estabelecimento e já está assim á uma semana. nunca lhe tocaram para ser tratado. Nem uma vacina, absolutamente nada, como este mais caes estão neste estado, no qual ficam assim, até alguem os ir buscar, o que raramente aconteçe, porque ninguem quer um cão doente, e ficará lá até morrer, para desocupar mais um espaço,para dar entrada a outro animal.
É inadmissivél estarem nesta espelunca 5 veterinários a ganhar 3000 euros cada um, não sabem e não querem fazer nada.

(imagem e texto acima daqui)

* * *


O canil/gatil de Lisboa, em Monsanto, está proibido de aceitar animais, com algumas excepções, e tem 15 dias para reestruturar os serviços de forma a cumprir as condições exigidas por lei, decidiu o Tribunal Administrativo e de Círculo de Lisboa.
Em resposta a uma providência cautelar do Grupo de Lisboa da Campanha de Esterilização de Animais Abandonados, o tribunal obriga o canil municipal a criar, num prazo de oito dias, uma área de quarentena para os animais, dá 15 dias para que seja nomeado um técnico responsável pelo centro e elaborado um programa com vista ao bem estar dos animais capturados e recebidos.
A providência cautelar tinha sido interposta por Margarida Garrido, que integra o Grupo de Lisboa da Campanha para a Esterilização de Animais Abandonados, que pretende sensibilizar os municípios para o bem estar animal e para procederem à esterilização de animais abandonados e o seu controlo.
Contactada pela Lusa, Margarida Garrido afirmou-se satisfeita com a decisão, mas disse que o grupo exige igualmente o afastamento da actual direcção do canil/gatil.
“Temos 30 dias para que as indicações agora dadas pelo tribunal não caduquem. As prometidas obras parece que já avançaram, mas isso não chega. Queremos que seja afastada a actual gestão do canil, responsável principal pela situação que ali se vive”, afirmou.
Na sentença, a que a Lusa teve acesso, o tribunal considera que o centro de recolha “não tem as condições exigidas pela lei em vigor e aplicável, bem como não adoptou os procedimentos igualmente impostos pela lei”.
Após uma fiscalização ao canil/gatil, os técnicos concluíram que o espaço não reúne condições para impedir a proliferação de doenças, “cuja transmissão é potenciada pela falta de quarentena dos animais”, bem como “pela total ausência de realização de vazios sanitários, que teriam o efeito de erradicar os vírus das doenças”.
O tribunal decidiu ainda, entre outras matérias, que deverá passar a ser feito um registo da observação clínica diária pelo médico veterinário, identificando os casos de doença.
A dimensão reduzida das boxes do canil 1 (um dos três espaços de recolha de animais) e a falta de respeito pelo isolamento de animais doentes foram outras das falhas detectadas.
Em sua defesa, a autarquia informou que já havia sido adjudicada a terceira fase da empreitada do canil/gatil, mas o tribunal insiste que “as dificuldades geradas pelo insucesso da primeira empreitada não justificam ou sanam a situação de manifesta ilegalidade do Centro de Recolha Oficial”.
A Lusa tentou obter uma reacção do vereador com o pelouro do Ambiente Urbano, Sá Fernandes, mas tal não foi possível até ao momento.
Segundo dados do Grupo de Lisboa da Campanha de Esterilização de Animais Abandonados, em 2009 entraram em média por dia 10 animais no canil, cinco dos quais foram abatidos e dois morreram por doença. Só três sobreviveram.(1)
Lusa / SOL

(1)uma estatística atroz...e quanto aos que sobreviveram, resta saber em que condições...

Saturday, June 25, 2011

Saúde: é de dentro para fora!

(img)

O resfriado escorre quando o corpo não chora.

    A dor de garganta entope quando não é possível 
comunicar as aflições

O estômago arde quando as raivas não conseguem sair.

O diabetes invade quando a solidão dói.

O corpo engorda quando a insatisfação aperta.

A dor de cabeça deprime quando as dúvidas aumentam.

O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar.

A alergia aparece quando o perfeccionismo fica intolerável.

As unhas quebram quando as defesas ficam ameaçadas.

O peito aperta quando o orgulho escraviza.

O coração enfarta quando chega a ingratidão.

A pressão sobe quando o medo aprisiona.

As neuroses paralisam quando a “criança interna” tiraniza.

A febre esquenta quando as defesas detonam as fronteiras da imunidade.

Preste Atenção!!!

O plantio é livre, a colheita, obrigatória… 

Preste atenção no que você está plantando, pois será a mesma coisa que irá colher.

(texto encontrado aqui)

Wednesday, June 22, 2011

Do mundo para Dilma



A Amazônia está em grave perigo, a câmara baixa do Congresso brasileiro aprovou uma mudança nas leis do Brasil sobre proteção das florestas. Se não agirmos agora vastas extensões do pulmão de nosso planeta podem ser abertas. A iniciativa provocou revolta e protestos em todo o país. E a tensão está a aumentar -nas últimas semanas vários proeminentes defensores do meio ambiente foram assassinados, supostamente por bandidos armados contratados por madeireiros ilegais.                
O momento é crítico, eles estão tentando silenciar as críticas, assim como a lei que será discutida no Senado. Mas a presidente Dilma pode vetar as mudanças, se podermos convencê-la a superar a pressão política no cenário global como uma líder. 79 % dos brasileiros apoia o veto de Dilma nas mudanças da legislação florestal, mas as suas vozes estão sendo desafiados por lobbies. É agora que todos nós podemos aumentar as apostas e fazer da preservação da floresta uma questão gobal .
Vamos unir agora uma chamada gigante para parar os assassinatos, a exploração madeireira ilegal, e salvar a Amazônia.  
Assine a petição abaixo -ela vai ser entregue a Dilma quando chegamos a 500 mil assinantes.


Sunday, June 19, 2011

Walt Whitman: o poeta da América



Seja você quem for
agora segurando minha mão,
sem uma coisa há de ser tudo inútil
— é um leal aviso o que lhe dou
antes que continue a me tentar:
não sou aquele que você imagina,
mas muito diferente.
Quem é que gostaria
de vir a ser um seguidor meu?
Quem é que gostaria de lançar
sua candidatura ao meu afeto?
O caminho é suspeito,
o resultado é incerto, destrutivo talvez;
teriam que abrir mão de tudo mais
tendo eu a pretensão
de ser seu padrão único e exclusivo;
sua iniciação haveria de ser ainda assim
extensa e fatigante,
toda a teoria da sua vida passada
e toda conformidade com as vidas em redor
precisariam ser abandonadas;
por isso deixe-me agora
antes de perturbar-se ainda mais,
deixe cair sua mão do meu ombro,
coloque-me de lado e siga seu caminho.

 Walt Whitman, Leaves of Grass

(Poema presente na abertura do livro 
"O Vencedor Está Só de Paulo Coelho)

Wednesday, June 15, 2011

Nem arte nem cultura, apenas barbarismo mental e... dividendos materiais!



OS CAVALOS TAMBÉM SÃO VÍTIMAS DAS TOURADAS!!!

O cavalo 'Passapé' do toureiro português João Moura Caetano morreu este sábado em Madrid depois de ter sido perfurado por um touro quando o cavaleiro cravava bandarilhas curtas no animal, em plena praça de touros de Las Ventas na capital espanhola.

O cavalo sofreu ferimentos de tal forma graves que teve que ser abatido nas instalações da praça de touros tornando-se em mais uma vítima deste espectáculo.

Na mesma corrida também o cavalo 'Gabarito' de Moura Caetano ficou ferido com uma cornada bem como o 'Templário' de Leonardo Hernández...

* * *

Duas vidas martirizadas e perdidas
Um homem que sai em triunfo e glória ao ombro de outros homens...

O triunfo da estupidez e a glória da ganância?!

Não a espectáculos crueis!!!





#
Os touros querem tanto ir para a arena, que só com CHOQUES ELÉCTRICOS os fazem entrar!

Bastidores de uma tourada :

Fechados num contentor minúsculo durante longas horas, sem comida nem bebida, suportando temperaturas elevadíssimas e sem se poderem mexer, assim aguardam o fim para o qual nasceram...



Monday, June 13, 2011

Uma boa questão: Respeitar e Matar?!



O criador do Facebook, Mark Zuckerberg, tem causado agitação nos últimos dias, depois de anunciar que só come animais que ele próprio mata. No dia 4 de Maio, publicou uma nota privada para os seus amigos no Facebook: “Acabei de matar um porco e uma cabra.”. Mais tarde, enviou à Fortune uma nota a explicar o que lhe vai na alma, onde se destaca o seguinte:
«Este ano, o meu desafio pessoal centra-se em dar graças pela comida que tenho para comer. Acho que muitas pessoas se esquecem de que um ser vivo tem de morrer para que tu comas carne, por isso, o meu objectivo centra-se em não me esquecer disso e dar graças pelo que tenho. Este ano, tornei-me praticamente vegetariano, pois a única carne que como é de animais que eu próprio matei.»

Muitos têm criticado e até insultado ferozmente o Mark, como se ele estivesse a fazer alguma coisa pior do que aquilo que a esmagadora maioria da população faz, que compra alegremente carne, peixe, leite, queijo e ovos no supermercado, pagando a outros para fazerem o “trabalho sujo”. Mas a verdade é que é tão responsável o autor material (quem explora e mata os animais) como o autor moral (que paga para que isso aconteça). O Mark está simplesmente a cortar o intermediário.

E, afinal, isto é bom ou é mau? Bem, poderia ser bom, se não fosse mau. Poderia ser bom se o Mark, ao invés de considerar que a satisfação do seu paladar é justificação suficiente para matar, tivesse conseguido sentir empatia pelos outros animais e perceber que eles não existem para nos servir. Na atitude dele, não há nenhum respeito. Não importa se agradecemos ao animal antes de o degolar, não importa se fazemos uma oração pelo animal que vamos comer. O mínimo que o respeito exige é que não tratemos os outros como coisas que servem exclusivamente para nosso benefício. Como é possível respeitar alguém se mata por nenhum motivo que não a satisfação do nosso paladar

Quando confrontada com a exploração animal, a maioria das pessoas gosta de romantizar a vida dos animais. As pessoas imaginam uma quinta ideal onde os animais são acarinhados e vivem muito felizes. Imaginam que as vacas leiteiras passam os dias a pastar em prados verdejantes e que correm contentes para serem as primeiras a ser ordenhadas. Imaginam que as galinhas se ocupam a esgravatar na terra e que oferecem alegremente os seus ovos aos humanos. Imaginam que os porcos passam o dia a comer bolotas e que se divertem a brincar na lama.

Mas a verdade é que 99,9% dos animais criados para consumo têm vidas miseráveis. Vidas marcadas pelo confinamento, pela mutilação, pela manipulação sexual e pela constante privação e frustração dos seus instintos naturais. Claro que é possível criar animais em condições próximas das condições ideais de bem-estar. Só há um problema: por melhores que sejam as condições que alguém dá aos animais que cria para consumo, o destino deles está marcado à nascença. E esse destino é a faca. E, por melhor que se trate um animal, por mais carinho que se lhe dê, nada disso branqueia a violência do acto de matar.

Não é por acaso que matar um humano é o crime punido com pena mais elevada no código penal. Quando se acaba com a vida de alguém, acaba-se com todo o mundo desse alguém. E os outros animais são alguém que estão neste mundo tal como nós. Tal como nós, os outros animais podem sofrer ou alegrar-se, sentir medo ou solidão, sentir frustração ou satisfação. Tal como nós, os outros animais têm percepção do mundo que os rodeia e têm consciência daquilo que lhes acontece. Tal como nós, eles têm interesse em viver a vida deles e não querem morrer.

Que tacanhez mostramos, afinal, quando nos julgamos tão superiores a todos os outros animais ao ponto de pormos e dispormos das vidas deles a nosso bel-prazer.

Respeitar e matar: definitivamente, duas palavras que não se conjugam.



*

Óptima questão, levantada no mudaomundo, com um bom nível de comentários que vale a pena ler na íntegra
#
-Mas se eu comer ovos não estou a fazer mal a nenhum animal...
Engano seu, minha distraída/o amiga/o.
Produtos animais sem crueldade são uma realidade difícil de encontrar...
Menos ainda quando, as questões de rentabilidade económica vêm antes de qualquer outra. 
E, fala sério, vêm sempre, não é?


As Galinhas, os Pintainhos e os Ovos *



Saturday, June 11, 2011

Lá para os lados da Mãe D'Água...









Na zona da Mãe d'Água, em Lisboa, prédios novos misturam-se com casas particulares de traçado antigo ou ainda recantos típicos de bairro...
*


Friday, June 10, 2011

"A Origem" -ou falando um pouco sobre sonhos lúcidos



Um filme bastante premiado, a abordar a questão de sonhos lúcidos

O que são sonhos lúcidos?

Bom, aí tem links que falam sobre o filme e sobre sonhos lúcidos

Como não podia deixar de ser tem uma variedade imensa de sites
sobre o assunto dos sonhos conscientes...
eu seleccionei estes dois:




* uma hiper-realidade que a ciência actual olha com reservas e algum interesse e poucos sabem, ou querem, aprofundar? *


Thursday, June 09, 2011

assine e compartilhe isso com todos!


O grupo estava nadando tranquilamente em Samoa quando foi fechado em redes - a interceptação de 25 golfinhos selvagens mais recente para um resort de luxo exibir.

Eles agora estão presos em celas minúsculas, com escassez de alimentos - mas podemos libertá-los.

Para os golfinhos selvagens o cativeiro é uma tortura , seu sonar poderoso rebate as paredes em volta deles - como se estivessem presos em uma casa de espelhos infinitos. A maioria dos jovens morrem de doença induzida pelo stress, mas alguns podem até mesmo cometer suicídio. Se os ricos do Resorts World Sentosa conseguem mantê-los em cativeiro, metade dos golfinhos vão morrer nos primeiros dois anos - e vai legitimar a prática amplamente proibida de capturar os golfinhos em estado selvagem. Não podemos deixar isso acontecer - vamos usar nossas vozes para libertá-los.

O Resorts Mundial foi forçado a abandonar os planos para uma exposição de tubarões-baleia, há dois anos por causa do enorme clamor que ameaçava a sua reputação. Vamos construir uma chamada enorme agora para libertar estes seres inteligentes, estas criaturas bonitas - e torná-lo um ponto de viragem na luta para acabar com o comércio golfinho selvagem global. Quando chegamos a 500.000 nossa petição será entregue ao World Resorts e a mídia.

Inscreva-se agora e compartilhe isso com todos!




Tuesday, June 07, 2011

a história contada por dentro


Madeleine McCann teria essas feições actualmente, segundo programa de computador que faz progressão fisionómica.


Num livro recentemente escrito pela mãe da criança desaparecida, a história e contada por dentro, na primeira pessoa e por quem viveu uma das mais terríveis provações possiveis: o desaparecimento de uma filha, ainda por esclarecer...

Ainda hoje, há muitas perguntas, eventualmente sem resposta.

O livro tambem traz referencia ao combate a nível mundial que se trava contra a questão de crianças desaparecidas:



No mesmo livro, é referido com compreensível esperança, o recente caso de Jaycee Dugard


A verdade é que há vários casos de crianças desaparecidas que reaparecem anos mais tarde

*
outros caso recente:

Sunday, June 05, 2011

há lá coisa mais linda que um gato preto?! :P



...Aliás, de qualquer cor!

* Mergulhando num espaço cheio de luz... *

Saturday, June 04, 2011

"O amanhecer mais frio"

Jean Sasson, autora do livro sobre Bin Laden

A escritora teve a colaboração da primeira mulher de Osama e do filho Omar, pacifista convicto.

As pesquisas da maior especialista em Osama Bin Laden e o testemunho pessoal de uma de suas esposas e do filho Omar revelam: Osama era um duplo Aquário com Sol oposto a Plutão. Conheça em primeira mão o verdadeiro mapa do homem que ameaçou o império americano.

Incontáveis mapas astrológicos foram levantados para Osama Bin Laden, em função de contradições envolvendo sua data de nascimento. O calendário muçulmano não é como o ocidental e, no processo de conversão, é muito comum que ocorram equívocos capazes de informar não apenas um dia de nascimento incorreto, mas também o mês. 10 de março de 1957 às 10h58min em Jeddah, Arábia Saudita, são os dados mais corriqueiramente admitidos, em decorrência de uma certidão de nascimento de Bin Laden revelada por agentes da Interpol. Expoentes astrólogos como Noel Tyl trabalham com estes dados e se deram por convencidos de que este é o mapa astrológico correto. Mas até que ponto uma certidão de nascimento é confiável, ainda mais quando falamos de um homem que teve seus documentos refeitos incontáveis vezes? Além disso, vale salientar que a suposta certidão de nascimento jamais foi mostrada, tratando-se apenas de testemunho de agentes da Interpol. (...)

Outras datas já foram consideradas, a partir de outros documentos que o terrorista portava: 30 de julho de 1957, 27 de junho de 1957, inclusive anos diferentes (1956, 1958) em passaportes, identidades e outras certidões de nascimento. Foram tantos os exílios e repatriamentos que Osama viveu que não é de espantar que tenham ocorrido truncamentos nas informações de sua data de nascimento. Até outros detalhes foram alterados – seu verdadeiro sobrenome é al-Qatani, mas entre um registro e outro ele ficou conhecido apenas como Bin Laden (na verdade um nome, e não sobrenome). Além de todo o exposto, é falso que Osama tenha nascido na litorânea Jeddah. Ele nasceu em Riade, uma cidade localizada no centro da Arábia Saudita.

A escritora Jean Sasson, maior especialista na vida de Osama Bin Laden, afirma:todas as datas de nascimento divulgadas como sendo do maior terrorista da história estão incorretas. Ele nasceu, efetivamente, no dia 15 de fevereiro de 1957, nos primeiros raios do Sol, em Riade. A informação foi coletada dos próprios familiares de Bin Laden (especificamente, esposa e filho dissidente), finalmente ouvidos. Sasson é a autora do livro Sob a Sombra do Terror (Editora BestSeller, 2010). Neste livro, podemos ter acesso a um relato pormenorizado sobre a vida de Osama, através dos depoimentos de sua primeira esposa (e também prima), Najwa, e de seu filho Omar, que com 17 anos abandonou o pai, levando consigo mãe e alguns irmãos, ao se dar conta do que o pai pretendia fazer contra os EUA.

Apesar de a hora exata de nascimento não ser conhecida, a família é consensual em afirmar que Osama nasceu ao mesmo tempo que o Sol, num dos dias mais frios do inverno árabe de 1957. Isso significa um Sol conjunto ao Ascendente, ou seja, um provável aquariano duplo. Vale ressaltar que ter o Sol angular é condizente com o perfil de Osama, que tinha traços abertos e simpáticos, além de habilidade para congregar pessoas que orbitavam em torno dele. Chamado de “príncipe” por seus conterrâneos, foi por muito tempo um homem amado e benfeitor, distribuindo grande parte de sua fortuna para causas sociais em sua terra natal.

O livro de Sasson é obra fundamental para qualquer astrólogo que pretenda estudar a carta astrológica de Bin Laden, não apenas pelos dados de nascimento fornecidos, mas principalmente por uma série de mitos que são dirimidos através do testemunho fornecido por Najwa e Omar. É absolutamente falso, por exemplo, que Osama sofresse de graves problemas renais que o levavam a ter que fazer diálise. O máximo que ele já teve foi uma pedra nos rins, que eliminou através de chás. Além disso, Osama jamais faria diálise – ele era radicalmente contra o uso de medicina moderna. Em seu fanatismo, ele considerava que se valer de remédios e de tecnologia médica era como “duvidar de Deus”. Não permitia sequer que seu filho Omar usasse remédios contra asma. Assim sendo, retificar o mapa de Osama a partir da falsa informação dos problemas renais crônicos seria se basear num erro. Isso, de fato, ilustra uma lição fundamental que todos os astrólogos precisam manter viva em mente: não se estuda o mapa de uma pessoa pública a partir de informações não-confirmadas de sua vida. No caso de Osama, cuja vida era envolta em mistério, era mais do que esperado que muitas inverdades fossem proferidas. Grande quantidade de astrólogos na esfera internacional retificou o mapa de Osama considerando “doença renal crônica” como uma informação válida. Sabemos agora, graças a Omar e Najwa, que tal coisa não passa de lenda.

Intrigado com o que Sasson revela em seu livro, entrei em contato com ela, que me respondeu, objetivamente: Osama was born on February 15th. All other sources have it wrong. O mesmo me disse seu filho, Omar: o aniversário de seu pai era comemorado anualmente no dia 15 de fevereiro, e ele nem faz idéia de onde surgiu a história de que seu nascimento ocorreu no dia 10 de março, principalmente em Jeddah, assim como não faz idéia de onde surgiu a história de que seu pai sofreria dos rins.

O dia 15, contudo, poderia também ser alvo de suspeição, pelo seguinte: como não é comum marcar exatamente o dia de nascimento na Arábia Saudita, na conversão para o calendário ocidental muitos deles “chutam” o dia do meio do mês como forma de compensar o fato de não saberem o dia certo, mas apenas o mês correto. Foi o caso, por exemplo, de Dodi Al-Fayed, namorado da princesa Diana – apesar de comemorar seu aniversário no dia 15 de abril, ele em verdade apenas sabia que tinha nascido em abril. Poderia ser este o caso de Osama? Sim.

(...)

Osama carta natal
Carta natal de Osama Bin Laden, com base nas informações da família - 15.2.1957, 3h30 UT - Riade, Arábia Saudita - 046e43, 24n38.

O mapa levantado para o momento sugerido por Najwa, Omar e Sasson é bastante condizente com a vida e história de Bin Laden, sendo passível de ser estudado a partir das informações mais íntimas fornecidas por seus familiares, informações estas que incluem datas. Pensar em Osama como um louco furioso, tirânico e odioso é sucumbir à imagem mítica e desviar-se da verdade. O Osama Bin Laden real é descrito como um pai severo, que treina seus filhos como quem treina a um exército, mas também como um marido amoroso, incapaz de levantar a voz para suas esposas. É também um religioso dedicado, absolutamente convicto de que os EUA são o mal do mundo e imbuído da certeza de um chamamento divino que lhe permitira ser um agente de Deus.

Aquariano de oposição Sol-Plutão com o Ascendente, Mercúrio e Vênus em Aquário (estes últimos planetas na Casa 12), Bin Laden foi realmente um arauto de uma “nova era” – é dito que o século XXI começou com seus ataques terroristas. Iconoclasta, destruidor de deuses (evidentemente, dos deuses dos outros), cheio de idéias fixas (Ar Fixo), tudo em Osama condiz com os pontos poderosos em Aquário. Descrito em sua biografia como metódico, disciplinado, cheio de manias, parece coerente com uma Lua virginiana. O elemento Água é praticamente ausente em seu mapa: falta-lhe compaixão. Nos atentados de 11 de setembro, Plutão transitava sobre seu Meio do Céu em Sagitário, onde também encontramos o planeta Saturno natal: o desafio ao poder estabelecido. Urano em trânsito formava conjunção ao seu Sol: atos revolucionários, chocantes, que contrariam a autoridade vigente. Netuno formava conjunção a Mercúrio: pensamentos confusos, sensação de ser inspirado por uma causa maior. Osama é dado como morto num trânsito de Netuno por seu Sol e Ascendente – desaparece nas brumas, no reino de Netuno: o mar. Sua Lua progredida conjugava-se ao Plutão natal. Não temos, neste mapa – e em nenhum mapa – as condições necessárias para afirmar que um sujeito se tornará um terrorista. Mas podemos, diante do mapa, compreender a dinâmica astral que o motivava.

(...)

*texto completo na Constelar deste mês*


"Bin Laden deixa três viúvas e duas ex-mulheres que não se adaptaram ao seu estilo de vida"