Monday, December 29, 2008

o mundo à distancia da dor

*
Entre crimes de agressão e violencia de género, o desprezo e maus-tratos vários de familiares numa sociedade cada vez mais psicótica, a vida na que deveria ser a idade de ouro e sabedoria só tem glamour para alguns.
Infelizmente para outros, mais desprotegidos, que até mão abrem por vezes do auto-respeito que se devem, só para ter alguem perto... ainda que agressivo... talvez mortal... bom, para esses, nem mesmo essa mesma sociedade que permitiu o seu infortúnio, parece ter solução fácil à vista.
* * *
Está sentada numa cadeira de madeira, de olhar fixo no chão,. O sol de inverno que atravessa a janela acaricia-lhe o corpo, cheio de dores e marcas. Tem o cabelo todo branco, curto, lavado e da pele enrugada liberta-se um leve aroma a água de rosas. [...] Enquanto fala, olha para baixo e acaricia os botões do casaco "Tenho aqui este lado esquerdo todo torturado. Foi ele que me torturou. As torturas atravessam-me o corpo. Dói-me tudo"
Maria, nome fícticio, tem mais de oitenta anos e está casada à mais de quarenta. "Eu nunca me quis casar cedo. Só aos quarenta e picos é que me resolvi. Parece que adivinhava!"
Sobre os olhos castanhos minguados, através das madeixas de cabelo, avista-se uma cicatriz do lado esquerdo. Maria apressa-se a justificar aquele traço que lhe rasga a expressão: "Uma vez agarrou no escorredor de louça, que tinha um bico partido porque já tinha sido ele a parti-lo... Olhe, saiu das normas e atirou-me com aquilo. Ficou aqui a escorrer sangue com toda a força, fez-me um buraco na cabeça, por cima da sobrancelha.
Quando começa a relatar um episódio, imediatamente outros, tantos e tantos outros vêm-lhe à memória. " Outra vez, eu já estava deitadinha, eram mais das dez da noite quando ele veio. Ouvi barulho e pensei que ele já trouxesse um copinho a mais. O feitio mais o copinho ainda ficava pior. Entrou no quarto e comecou a bater-me. Bateu-me, agarrou-me aqui assim, ficou sangue a escorrer até mais não... Nesse dia até a vizinhança, que deve ter ouvido os meus gritos, chamou a polícia. Eu estava tão mal, toda a escorrer sangue, e o guarda perguntou: "Quem é que fez isto?" O meu marido, coitado, não respondeu. Estava à vista!...
Maria não tira os olhos do chão. Encolhe os ombros, suspira e fica em silêncio.
[...]
Enquanto vai descrevendo a agressão, massaja a rótula do joelho com as mãos trémulas. No dedo anelar, enrugado com pele seca, brilham duas alianças: a do casamento e a dos 25 anos de casados
[...] quando não há agressão física, há violência psicológica: "Chamava-me tudo", recorda. "Todos os nomes e mais alguns. Até ali, eu nem sabia que os nomes que ele me chamava eram crime. A minha santa inocência..."
*
Maria é um dos milhares de casos de violência contra idosos que ocorrem em Portugal anualmente. O número de denúncias tem vindo a aumentar. Nos últimos sete anos houve um aumento de 20% de casos de maus tratos contra idosos denunciados à APAV.
[...] só no primeiro semestre de 2008 recorreram aquela instituição 308 pessoas idosas vítimas de violência [...] "são a ponta do iceberg". Haverá centenas ou milhares de casos que nunca chegarão a ser denunciados porque há inúmeros obstáculos para se lidar com este problema: "Desde a exposição social, o medo da perda de afecto, a perda do próprio cuidador, a culpabilização, a vergonha, a censura social.
*
Por alguns destes motivos, ou talvez todos em conjunto, maria não apresentou queixa do marido. Só depois da recente alteração legislativa estes crimes passaram a ser públicos, permitindo-se a denuncia de qualquer pessoa sem necessidade de queixa da vítima. Neste caso foram os vizinhos os autores da queixa.
Aos 78 anos, o marido foi levado pela GNR, julgado em tribunal e condenado. Por não acatar a sentença de cumprir uma pena de trabalhos a favor da comunidade, acabou por ir parar à prisão. Foi condenado a cinco anos e está na cadeia à dois. Maria já foi visitá-lo à prisão:" Abracei-o com a força que eu tinha e dei-lhe muitos beijinhos na cara. De um lado e de outro, só beijinhos. Tenho saudades dele!"
Chora e ri ao mesmo tempo, de angústia e saudade. Ri-se quando questiona"Em quem é que ele ia bater... Não podia ir bater à vizinha do lado!..." Mas em segundos some-se-lhe a voz:"Não fiquem contra ele! (chora) Já basta ter de lá estar a cumprir aquilo."

*
Há cada vez mais idosos em Portugal. [...] Mas as respostas sociais de apoio aos idosos não tem acompanhado a evolução demográfica. As Misericordias têm listas de espera intermináveis. Tambem o acesso aos lares privados não é fácil, mas neste caso devido, principalmente, às altas mensalidades cobradas. "Um idoso num quarto duplo, num lar legalizado, não custa menos de mil ou mil e duzentos euros por mês." [...] São frequentes as notícias de casos de maus tratos em lares de idosos.
A directora do Departamento de Protecção Social e Cidadania, do ISS, Ana Gomes, assume que o governo não só desconhece a dimensão do fenómeno da violência sobre idosos em Portugal como o tema está fora da agenda política: "Esta questão ainda não está bem sinalizada, não está dentro das nossas preocupações. É um assunto que nos merece ainda tanto receio, pelo seu enigma e dimensão de impotência, que às vezes nos esquecemos de que podemos fazer alguma coisa".

É num centro de dia do Bairro Alto que Maria de Lurdes passa os dias . "Trate-me por Milu, para eu parecer mais nova", e solta uma gargalhada nervosa. Tem aulas de canto, de tai chi e de informática.
Tenta prolongar as actividades até ao limite, porque às cinco da tarde, quando tem de regressar a casa, regressa tambem ao pesadelo: em casa está a sua neta de dezoito anos, que a agride.
Confessa a situação em segredo, por vergonha. "Elas aqui até nem sabem" sussura enquanto olha à volta [...] Houve casos em que até teve de intervir a polícia." Olhando para aquela senhora na casa dos setentas, ninguem diria. Solta de sorrisos, extrovertida no falar, cabelo louro arranjado, maquilhada e fina no vestir. "Há alturas em que ela é muito agressiva comigo. Atira-me contra o sofá, puxa-me os cabelos. E chorei, sofri e tenho sofrido muito. Ela tão depressa está muito agarrada a mim como já não está. Ora é meiga, ora é agressiva.
A neta perdeu os pais em criança e vive com a avó desde os nove. "fui eu que a criei", sublinha Milu. É tão bonita, mas depois tem estas coisas. Ela é muito influenciável, e isto é por causa das companhias [...] Grita muito e põe-se a mandar-me para todos os nomes. Só porque não lhe faço as vontades".
*
A violência dos netos sobre os avós é cada vez mais frequente. Os netos tendem a seguir o mesmos padrões de comportamento agressivo que vêem nos exemplos familiares próximos.
*
Com a aproximação do Natal são cada vez mais as famílias que abandonam os seus idosos em hospitais. [...] A APAV lançou uma campanha que assume ser chocante. [...] Carla Sérgio (responsável do gabinete de apoio à vitima de Odivelas) conta que "muitas vezes os idosos são internados para que o agregado familiar possa ir de férias e não tenha o idoso a seu cuidado. Deixam contactos falsos, moradas erradas, e abandonam-nos no hospital. Depois quando tem alta clínica, não podem ter alta social porque não há quem assuma os cuidados. Isso é uma forma de violência bastante grave.
Há pessoas que alimentam de bolos e doces os idosos diabéticos uns dias antes das férias, de modo a que eles tenham mesmo de ficar internados uns dias. Por isso a campanha assemelha-se às de abandono de animais, já que para a APAV é exatamente isso que as familias fazem. Descartam-se da pessoa que não representa nada a não ser um peso no agregado familiar.
[...]
[...]
Aos 88 anos Maria José lamenta que nenhum dos seus quatro filhos lhe dê o mínimo de atenção. Os olhos enchem-se de lágrimas sempre que fala dos filhos. Dividi o meu dinheiro por eles e agora dizem que eu não posso ir para o lar para não gastar dinheiro porque depois eles não tem dinheiro para me fazer o funeral. Maria josé tenta esquecer a realidade, mas não pensa noutra coisa. "Isto mata-me. Eu não esperava isto. Eu não merecia isto!"
Carla Sérgio explica que há situações de agressões físicas graves, desde partir a casa, partir as costelas, as pernas, queimar com cigarros, não dar os medicamentos ou comida". Mas há questões de violencia psicológica muito graves. Dizem-se coisas como "nunca mais morres, não vales nada, és um trapo velho, não contas para nada, só estás aqui a consumir dinheiro, não gastes porque já não vale a pena. É terrível. E eles não esquecem."
*
O país está cheio de idosos solitários que vivem à margem da sociedade, num mundo que priveligia os jovens e despreza os velhos
Ano após ano, António Fernandes tem apenas dois pontos altos por semana: os jogos do Benfica ao domingo e a descoberta semanal dos números do totoloto, "para ver se fiquei rico"
*
Em Lisboa, há inumeros casos de idosos que não saem à rua à anos porque tem dificuldades de mobilidade e habitam em prédio sem elevador. O instinto de sobrevivencia fez com que arranjassem uma corda que passam pela janela e na qual penduram um balde. Aí deixam a lista de compras ou o que necessitam e alguem na rua serve de intermediario. São centenas de idosos, cujo único contacto com o exterior é uma corda e um balde através de uma longínqua janela de um quarto andar num prédio esconso. Como será o mundo à distancia de um balde?
*
Tambem as assistentes sociais no apoio domiciliário detectam situações de indiscritíveis.
Graça Oliveira, que trabalha na àrea de intervenção do Barreiro, agonia-se ao recordar a situação de um casal que vivia com uma neta, e senhora estava acamada e a neta negligenciava muito os cuidados com os avós. [...] Alertaram para a situação, [...] "a neta não autorizava que os tirassemos de lá". Acabaram por morrer.
*
APAV-Linha de denúncias de abandono-707200077
*
Linha do cidadão idoso-800203531
*
Linha de emergencia social - 144
*

Excertos de "Este Natal não é para velhos"
revista notícias sábado 152 - texto de Ana Catarina Santos
*

Tuesday, December 23, 2008

Faça diferente!

*
mil dicas relacionadas ao vegetarianismo em goveg.com
*
e lá, no link vegcooking.com
*
tem a entrevista e sugestões do chef Mark Reinfeld
*
*
(e não há desculpas para não ler! quem tiver dificuldades no ingles digita no google-tradutor o endereço e já aparece o site traduzido...)
*

Sunday, December 21, 2008

um filme...

artigo no ipsilon
*
Alguma vontade de ver o filme... e saber se consegue passar bem o que parece ser a mensagem principal:
*
O filme [...] é mais centrado na questão de termos a coragem de parar, de nos sentamos num banco e esperar para ver o que acontece. É uma coisa que a sociedade hoje não nos permite. Se paramos, somos marginalizados. Aqui quisemos dar uma mensagem aos espectadores, dizendo que não é bem assim, que às vezes parar é bom, faz-nos bem, ajuda-nos a reflectir e a mudar coisas na nossa vida que não estavam bem mas nós não nos apercebíamos disso porque estávamos demasiado ocupados a correr."
*

Friday, December 19, 2008

onde se fala de (in)justiça...

*

Alguem disse que é fácil ser criança?!

*

Há nomes que vale a pena fixar e o de João Sarmento Pereira é um deles. Neste caso pelas piores razões. Ouvi este nome no Telejornal no princípio da semana, no mesmo dia em que foram presos em Espanha 121 suspeitos de envolvimento numa das maiores redes de pornografia infantil.
[...]
A sequência de notícias relativas a abusos de menores neste dia começou com a divulgação das prisões feitas pelas autoridades espanholas e seguiu para o caso português de João Sarmento Pereira, de 21 anos, acusado de 6 crimes de abuso sexual a menores e condenado a dois anos e meio de cadeia, a quem foi concedida a liberdade a troco de tratamento psiquiátrico.

Por razões que ultrapassam o entendimento do comum dos mortais, este abusador de crianças retomou a sua vida normal e cumpre agora uma pena suspensa com toda a liberdade e apenas a obrigação de ir a umas consultas no psiquiatra. Acho extraordinário que assim seja e acho muito grave que este homem possa continuar a exercer a sua profissão de professor primário.

[...]

Admito que os que julgam precisem de evidências físicas de violação para condenar mas sei (todos sabemos!) que não é preciso haver consumação da violação para deixar marcas indeléveis numa criança e traumatizá-la para sempre. E este é o ponto sobre o qual assenta a minha argumentação sobre um caso que me parece eloquente de uma brandura excessiva e de uma leviandade intolerável.

Falo da brandura dos juízes e da leviandade de quem permite que este homem mantenha a sua carteira profissional de professor primário, podendo exercer a profissão num meio em que a proximidade física de crianças pequenas pode potenciar situações de abuso como as que ficaram provadas no passado recente.

*
( a notícia completa no blog de laurindaalves)

*

Thursday, December 18, 2008

da secção "coisas estranhas no mundo"...


...trago esta notícia:

Geralmente não tenho a menor vontade de escrever sobre algo que todo mundo está comentando, mas foi impossível ignorar a notícia sobre o ex-marido de Susana Vieira, ex-policial militar e ex-vivente, Marcelo da Silva.
*
No
depoimento da namorada dele ao delegado, um fato curioso, que me motivou a escrever:
Após consumir "uma grande quantidade" de cocaína, "Ele [Marcelo] ficou alucinado, transtornado e disse para a namorada que estava vendo inimigos e pessoas no quarto", segundo o delegado. (...) Após o veículo ser estacionado no hotel, Silva travou uma "luta imaginária" e correu em volta do carro dizendo que havia inimigos seus dentro do automóvel. Após o transe, ele encostou no banco do carona e ficou desacordado por três horas. Nesse período ele morreu.
*
Isso não daria um belo roteiro de filme de terror? Do tipo de filme que os coreanos fazem? Acho que a maioria das pessoas vai ignorar a parte da "alucinação", afinal, a pessoa consumindo drogas pode ver elefante cor-de-rosa, duendes ou ter delírios persecutórios com o Papai-Noel

[...]
Todos devem ter noção de que as drogas (qualquer droga) atua não só no físico, como no espiritual, ou seja, no equilíbrio energético do corpo.
[...]
A nossa "estadia" no corpo físico - onde somos passageiros de uma longa jornada rumo ao desconhecido - é naturalmente bloqueada de influências externas (ou seja, do mundo espiritual) que possa nos desviar do "foco" aqui e agora.
[...]
O que alguns podem tomar como delírio, outros podem ver aí algo que a neurociência vem descobrindo a cada dia: que a mente é muito mais do que um subproduto do cérebro.
(ler notícia completa)
*
se é verdade que todo o exposto acima pode ser explicado pela medicina convencional/neurologia, não deixa tambem de ser verdade que, como tambem diz no texto, sabendo o que a gente sabe, ou seja, que sabemos muito pouco a respeito das coisas, num enfoque espiritualista o caso pode tomar contornos bem diferentes, à la The X Files...
*

Tuesday, December 16, 2008

pensamento do dia...

*
O que não enfrentamos
em nós mesmos,
encontraremos como destino.
*
*

Monday, December 15, 2008

Hoje deixo...


*
...o carismático, socialmente incorrecto, e afinal, genial e bem sucedido Tom Waits!
*
E tambem uma boa abordagem a quem ele é, aqui
*
O site


Tom Waits - "Bottom of the World"

I’m not fighting
For freedom
I’m fighting for my life
And another day
In the world here
I just do what
I’m told
You’re just the gravel on the road
And the ones that are lucky
Come home
On the day after tomorrow ...
*
(Não estou lutando
Pela liberdade
Estou lutando pela minha vida
E mais um dia
No mundo daqui
Só faço o que me dizem
Vocês são só o cascalho da estrada
E os que têm sorte
Voltam para casa
Depois de amanhã...)
*

Sunday, December 14, 2008

Faça voce mesmo!

*
É uma decoração tradicional Natalina, e um toque da Mãe Natureza em seu Lar. Ela irá recepcionar suas visitas no mês de Dezembro, representando além do seu bom gosto, sua homenagem ao Natal. É uma representação circular do ciclo da vida, com um toque forte de simbolísmo dos elementos naturais. Trazendo também o significado de um renascimento, uma renovação.
*
Seu formato de coroa nos traz vários sentimentos, e nos mostra que não podemos esquecer o verdadeiro significado do Natal. A importância da confecção própria da Grinalda, é que você vai colocá-la na porta de entrada do seu Lar, e ao mesmo tempo terá várias funções energéticas. Como por exemplo, proteção, amor na família, prosperidade, enfim, você vai deixar suas energias no momento que estiver montando e com sua criatividade vai enfeitá-la com elementos compatíveis aos seus desejos. Cravo, canela, alecrim, pedras de signos dos moradores, flores secas, enfim, use e abuse do que você sentir necessidade. A paz do seu Lar, o Feng Shui, as energias que fluiram na casa, tudo isso e muito mais vai te agradecer até o próximo Natal e a próxima Grinalda!!! Capriche então, sua casa é seu castelo e merece!!!
* * *
A dica interessante acima eu encontrei aqui
Questão de puxar por imaginação, criatividade e... mãos na obra!
As coisas feitas por nós próprios têm um interesse acrescentado.
Tambem por lá há, para quem se interessa por ritos, tradições e superstições da quadra, um sem número de pequenas acções destinadas a programar os próximos meses para o sucesso!
:-)
*

um 2009... solar?

*carta 19 em segredosdotarot

O ano de 2009 tem a regência do Sol, astro que, do ponto de vista astronômico, dá a luz e o calor, indispensáveis a todas as formas de vida. Em termos astrológicos, ele promete um período de revitalização, após um ano cheio de desafios, embates e confrontos regidos pelo combativo Marte.
*
Como representa o início de um ciclo, ele traz consigo uma enorme carga de energia, que poderemos usar a nosso favor para começarmos coisas novas nas mais diversas áreas. O Sol também simboliza o que realmente somos, sem artifícios e disfarces. “Em geral, nos preocupamos tanto em agradar aos outros que tomamos atitudes que contrariam nossa natureza mais autêntica. Com isso, acabamos não sabendo direito qual nossa essência.
[...]
Outros fatores astrológicos importantes que vão influenciar 2009 são dois eclipses solares, em 26 de janeiro e 21 de julho. No período de três dias antes e três dias depois dessas datas, teremos a oportunidade de reavaliar fatos que nos marcaram no passado para nos libertarmos definitivamente do peso que ainda têm em nossa vida.
(texto)

*
Pululam um pouco por todo o lado, com maior ou menor mestria, as alusões ao facto de o ano de 2009 ir ter (a partir de 21 de abril, quando começa o ano astrológico) a influencia solar a dar a tónica ao clima em que nos iremos mover.

Pessoalmente penso que 2008 foi árduo e... trabalhoso! e observo que não só para mim. Nada de novo se pensarmos que o regente foi e ainda é, marte, para qual o ambiente de luta e esforço é condição normal...
*

Friday, December 12, 2008

Relendo...

esse foi o primeiro livro que li da Marion Zimmer Bradley...
*
Morgana fala...
Em vida me chamaram de muitas coisas: irmã, amante, sacerdotisa, maga, rainha. Na verdade, cheguei agora a ser maga, e poderá vir um tempo em que tais coisas devam ser conhecidas. Verdadeiramente, porém, creio que os cristãos dirão a última palavra. O mundo das fadas afasta-se cada vez mais daquele em que Cristo predomina.

*
Nada tenho contra o Cristo, apenas contra os seus sacerdotes, que chamam a Grande Deusa de demónio e negam o seu poder ao mundo. Alegam que, no máximo, esse seu poder foi o de Satã. Ou vestem-na com o manto azul da Senhora de Nazaré - que realmente foi poderosa, ao seu modo - que, dizem, foi sempre virgem. Mas o que pode uma virgem saber das mágoas e labutas da humanidade?"
*
in As Brumas de Avalon * prólogo do volume I : A Senhora da Magia *
de Marion Zimmer Bradley
*

Wednesday, December 03, 2008

vamos dar uma mão à natureza?

Espectacular campanha pela natureza do artista body painter Guido Daniele para a WWF
*
«O mundo entra em crash ecológico» se a pressão sobre recursos naturais continuar...

*
O Fundo Mundial para a Natureza (WWF) alertou na última edição de 2008, do relatório Planeta Vivo para o «colapso ecológico» do Planeta, caso a pressão humana sobre os recursos naturais da Terra se mantiver nos níveis actuais. O aviso, lançado na última edição de 2008 do relatório Planeta Vivo, que é publicado de dois em dois anos desde 1998, evidencia a diminuição da biodiversidade em todo o Planeta e o aumento da escassez de recursos naturais como a água
*
«A grande discussão actual centra-se na sobrevalorização dos recursos financeiros. No entanto, o mundo está a entrar em crash ecológico provocado pela subvalorização dos recursos ambientais que são a base da vida e da prosperidade», afirmou o director-geral da WWF Internacional, James Leape, citado num comunicado da organização.«Se a procura se mantiver às taxas actuais, em 2030 precisamos do equivalente a dois planetas para manter o nosso estilo de vida», adiantou James Leape, que refere que mais de 75 por cento da população mundial vive em países com «défice ecológico», nos quais o consumo de recursos excede a capacidade biológica de produção e de mitigação de desperdícios.
*
A «pegada ecológica», índice da WWF, traduz a quantidade de terra e água necessárias para sustentar as gerações actuais, tendo em conta os recursos materiais e energéticos gastos por uma determinada população. Os americanos têm uma pegada média de 9,4 hectares, o equivalente a 4,5 planetas Terra, enquanto os chineses - com uma população quatro vezes superior à dos Estados Unidos - têm uma pegada de 2,1 hectares por pessoa (um planeta).
Alguns países, como os EUA e a China, consomem mais do que a sua biocapacidade (aquilo que os seus ecossistemas são capazes de oferecer), caracterizando-se como «países devedores ecológicos». A União Europeia tem também um deficit ecológico que a WWF considera «muito preocupante», com uma pegada ecológica de 4,7 hectares por cidadão (2,3 Planetas Terra) e uma biocapacidade de 2,3 hectares.
Portugal tem uma pegada ecológica média de 4,4 hectares, estando em 28 lugar numa lista de 151 países, e uma biocapacidade de apenas 1,2 hectares (95 lugar): «Seriam necessários dois planetas para manter o padrão médio de consumo de cada português», afirma a WWF em comunicado.
*
Pela primeira vez este ano, o relatório mede o impacto do consumo sobre os recursos hídricos e a vulnerabilidade de muitas áreas do planeta à escassez de água, num novo indicador a que chama «pegada da água». «Em Portugal a situação é também preocupante», diz a WWF, referindo que o indicador de uso de água é de 2,26 milhões de litros por pessoa por ano, ocupando Portugal o sexto lugar entre 151 países. Para Luís Silva, da WWF, «esta situação revela que o nosso país pode vir a enfrentar problemas de escassez de água, em consequência das alterações climáticas previstas para a Bacia do Mediterrâneo, onde Portugal se insere. A mudança de hábitos no consumo de água será fundamental para evitar o colapso deste recurso

(texto parcial de PNN Portuguese News Network )

*
*

*
*

Friday, November 28, 2008

lembrar de...



A data já passou, mas deixo esta referencia à celebração da semana da consciência negra

E nada melhor do que deixar aqui, à laia de homenagem, um vídeo com aquela que foi conhecida como Mama África.
Miriam Mekaba, que nos deixou muito recentemente, deu a cara toda a sua vida pelos direitos humanos e muito particularmente contra o apartheid na África do Sul

Tambem Paul Simon procurou na música um modo de saltar fronteiras étnicas e dar expressão a belíssimas associações de culturas diferentes

Os dois, aqui em grande forma -anos noventa.
No final do vídeo, o dueto
*

Tuesday, November 25, 2008

senti curiosidade e fui à procura...



... das cordenadas astrológicas de Barack Obama.
*
Achei o estudo abaixo interessante
*

O brasileiro Monteiro Lobato foi o primeiro escritor a prever um afro-americano no poder da maior potência mundial, em “O Presidente Negro” (1928). Só que, no livro, a história se passa em 2228, ou seja, daqui a 220 anos! Barack Hussein Obama, o presidente eleito dos Estados Unidos, garantiu o passaporte para a Casa Branca propagando lemas como “Mudança” e “Sim, podemos!”. Além de ser negro, ele carrega os sobrenomes Hussein e Obama, que lembram os dois maiores inimigos de seu país nos últimos anos. Tinha tudo para não ser eleito, pois, numa sociedade tão etnocêntrica como a norte-americana, ele destoa radicalmente do que é tomado como sendo a convenção, inclusive em termos familiares. Mesmo com todas as adversidades, foi capaz de fazer o futuro chegar mais cedo, para a surpresa de muita gente.
[...]
Por: Dimitri Camilo
* * *
Por várias vezes Barack Obama reafirma publicamente a sua admiração por Abraham Lincoln do qual admite ler frequentemente textos por o achar inspirador.
*
A tónica de Abraham Lincoln é sempre de sensatez e maturidade de espírito. Deixo este apanhado de frases que lhe são atribuidos:
*
001 Não sei o que foi meu avô. Estou muito mais interessado em saber o que será meu neto.
002 Quando faço o bem, sinto-me bem, e quando faço o mal, sinto-me mal. Eis a minha religião.
003 Não me interessa nenhuma religião cujos princípios não melhoram nem tomam em consideração as condições dos animais.
004 Meu ponto de vista inicial sobre a insalubridade do esquema de salvação cristão e da origem humana das escrituras, se tornou mais claro e mais forte no decorrer dos anos e não vejo razão alguma para mudá-lo.
005 Se quiser por à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder.
006 Casamento não é o paraíso nem o inferno - é apenas o purgatório.
007 Se eu tivesse oito horas para derrubar uma árvore, passaria seis afiando meu machado.
008 Quase sempre a maior ou menor felicidade depende do grau de decisão de ser feliz.
009 Nenhum homem é bom o bastante para governar os outros sem seu consentimento.
010 Os que negam liberdade aos outros não merecem liberdade.
[...]
*

Teste - o seu dosha predominante


A Ayurveda, no sistema indiano de medicina, é definida como uma composição do corpo (sarira), sentido (indryas), mente (sativa) e espírito (atma =princípio vital). O corpo sem os sentidos, a mente ou o espírito, pode ser considerado morto, sem vida. A pessoa saudável (swata) é definida como aquela que tem equilíbrio (doshas) e possui felicidade de espírito, dos sentidos e da mente; funcionamento adequado das enzimas digestivas e metabólicas (agni), dos tecidos (dhatus), dos subprodutos metabólicos, da excreções (malas).
Os conceitos da Ayurveda foram obtidos no Atharva Veda, um dos quatro Vedas, que são os principais livros da sabedoria da antiga Índia. A palavra “veda” significa conhecimento e “ayur”, vida. Portanto, Ayurveda significa conhecimento da vida.

*
Faça esse pequeno teste para descobrir qual o seu dosha de predominância.
*
in http://www.bysamia.com.br/
*
Pode tambem descubrir as fragrancias certas para cada dosha...
*

Sunday, November 16, 2008

revivalismo! ;-)

alguem -com mais de 20 anos!, lembra deste spot?! :-)



e já agora, a música do filme:
(Jimmy Cliff - I can see clearly now)

Saturday, November 15, 2008

tempos novos, de outros calendários...

Quando caminhamos a passos largos para o final de mais um ano -afinal 11 de 12 meses já foram absorvidos, lembrei que muita gente se queixa que este foi um ano difícil inclusive de algumas percas pessoais ou no mínimo de duros ensinamentos. mas lembrei tambem que para o Calendário Celta o ano já acabou... em 31 de Outubro! E a propósito deixo esse texto animador:
...então entra nesta oitava e não no gregoriano de crise mundial, pois tudo é questão de alinhamento. Comemora, enche tua casa de amarelo, de flores e rosas, sementes e frutas e dá graças a Deusa criadora do Universo. Quem é ela? A grande Estrela de Alcione, de onde surgiu nosso sol, a Grande Estrela Branca, a grande Lótus, pois é, centra nela e deixa tudo dar certo, deixa todas suas manifestações te ajudarem e o equilíbrio de seu filho e consorte sol, antena no centro na nossa galáxia, te irradiar (pena que confundiram isso com o centro do Universo - falta de telescópio maior acho...). O Deus está chegando no seu auge, veja-o dentro da sua barriga e depois leve para o coração, e se tiver estudando para a sua testa. A Grande Mãe das 10.000 coisas, o TAO - ela tem que estar em tudo, veja-se dentro dela e parido por ela, saindo de uma enorme estrela branca, em hora de Lótus... (daí)
+

Friday, November 07, 2008

-para mim, isto (tambem) conta!...



A Peta (People for the Ethical Treatment of Animals) enviou uma carta ao (então) provável candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, pedindo que ele adote um animal vira-lata em vez de um animal de raça.
O senador por Illinois diz que prometeu a suas filhas que poderiam ter um cão ou um gato após as eleições gerais de 4 de novembro, quando ele pode se tornar o primeiro presidente negro do país. A família Obama ainda não tem nenhum animal de estimação e isso levantou, como aponta reportagem do "Los Angeles Times", especulações entre os amantes dos animais.
*
A carta da ONG de proteção aos animais diz que "milhões de grandes vira-latas americanos estão marcados para morrer nos abrigos superlotados da nação" e pede que ele siga a tendência das pessoas com compaixão que estão adotando estes animais.
"Adotar um animal não apenas salva uma vida, mas demonstra compaixão e a crise de superpolulação merece atenção de todos os americanos", continua o texto.
*

Por outro lado...
*
é um alívio a senadora Sara Pallin continuar apenas a sê-lo, e não ocupar o cargo de vice-presidente. Alivio garantido para animais, meio -ambiente e... muito mais!
*
como se pode ver aqui...
*
*
UPDATE:
"Eleito disse que cachorro sairá de um abrigo. 'Lá tem muitos vira-latas, como eu', afirmou o futuro presidente dos EUA."
*
Ele destacou que sua filha mais velha, Malia, é alérgica aos pêlos de cães, frisando que o novo morador canino da Casa Branca deverá ser "hipoalergênico". "Algumas raças têm essa característica", afirmou."Vamos pesar os prós e os contras, mas é uma questão que exige uma resolução urgente", brincou. Obama admitiu que este assunto foi um dos principais temas de discussão dos últimos dias no site http://change.gov/, criado pela equipe do novo presidente para o período de transição. Na noite de terça-feira, durante seu discurso em Chicago, Obama agradeceu a sua mulher, Michelle, pelo apoio, e prometeu às filhas Malia, 10 anos, e Sasha, sete, que elas ganhariam um cachorrinho para comemorar a entrada na Casa Branca, em 20 de janeiro. (...)
*

Thursday, November 06, 2008

aproveitando a onda...... - O flautista de Hamlin


Aproveitando a onda B.O... e porque encontrei este texto rico em referencias mitológicas, históricas e não só, num ritmo de prosa que me cativou imenso, aqui deixo o link:

(É longo, mas... delicioso! )

[...]
O conflito produz milhares de rios abissais que cavalgam e moldam vales hiper-extensivos até desaguarem pela força de cascatas no oceano profundo e perfumado. Á dualidade junta-se o poder dos vales. É a trindade dinâmica de Tétis. A aurora do vertical. Não do horizontal. Hoje nova Tétis é sonhada. É encarnada em Barak Obama e John McCain. Obama qualifica o alto das montanhas. O verticalismo sonhador e ascendente da natureza. A revolta da superfície que se evidencia ao rivalizar com os ares. CC (McCcain) é o antípoda. Qualifica o verticalismo subterrâneo, real e descendente. A magnitude abismal dos vales.
[...]
Obama vocaliza… We… a multidão de milhares de ouvidos transforma-se em milhões de seguidores através dos meios tecnocráticos de comunicação – o Golem transforma-se em Mercúrio, o arauto dos Deuses. E da eloquência. OBama profetiza “Who are ready… é extraordinário! Os adeptos juram estar sob a presença de Jano. O Deus capaz de fazer presente as assimetrias do futuro e do passado.
[...]
Barak Obama é o retorno aos tempos mágicos do Egipto. O ciclo dos construtores de pirâmides e até dos reis negros do Egipto. Basta comparar a fisionomia do Democrata com a fisionomia de certa estatuária e pintura do Egipto para verificar coincidências. No inconsciente, Barak é o sucessor de Quéop e Quéfren. O casal Obama é a transfiguração do antigo casal de Amarna: O faraó Akhèrnaton e a sua esposa Nefertiti. O faraó herético que substituiu o antigo culto de Àmon pela religião de Àton – universal e monoteísta.
[...]

Wednesday, November 05, 2008

Porque será...

*
...que o mundo me parece desde à umas horas um sítio melhor para viver?!
*
Se o resultado tivesse sido diferente, lamento dizê-lo, mas ia sentir-me fechada num quartinho sem janelas e com cheiro a bafio...
*
Mas gostei do aprumo com que ambos os candidatos reagirão aos resultados.
*
Sei que nem tudo serão rosas e autonomia mas espero não me enganar quando digo que tenho altas espectativas para o seguimento do resultado de hoje... ;-)
*

Thursday, October 30, 2008

os esquecidos...

Alem dos dois candidatos finais e da Hillary Clinton, que brilha com estrela própria, quem lembra dos outros candidatos à casa branca?!

*

está quase!


*
This Is Halloween
*
do muito especial Tim Burton
*

Wednesday, October 29, 2008

E já agora...









Porque a capacidade de ter o olhar saudável
(físico e no sentido metafórico) sobre as coisas é muito importante, aqui fica a chamada de atenção para mais uma data que visa lembrar a importancia de cuidar bem desse orgão: *

*
aproveitando, ficam os exercícios
*
*
são bons de fazer e funcionam, no mínimo descontraindo.
Porque às vezes até as janelas da alma perdem o brilho e a intensidade...

Sabemos instintivamente que se tivermos os olhos descontraídos, toda a expressao ameniza ...mesmo que esteja cansada.
*

atrasado, é certo mas...




...nem por isso deixa de valer a pena falar da semana da floresta tropical

ando com este post em stand by desde inicio do mes!

Falar da importancia da floresta tropical não é coisa pouca, trata-se de algo que pode mais ou menos directamente, afetar-nos a todos:

Nas últimas publicações da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) calcula-se que a destruição anual atingiu em 1990 os 16,8 milhões de ha (0,9% da área total de floresta tropical,estimada no ano de 1988,em 1.938 milhões de ha),contra 11,3 milhões de ha em1980.
Trata-se, portanto, de uma área equivalente à superfície conjunta da Áustria, da Dinamarca e dos Países Baixos. Face às conseqüências daí resultantes para toda a humanidade no seu conjunto, este fato pode considerar-se um sinal alarmante que obriga todos os responsáveis políticos a providenciar as medidas necessárias
[...]
A destruição das florestas tropicais é preocupante sobre tudo porque o
desmatamento freqüentemente é acompanhado de uma deterioração dos solos e das
reservas hídricas, podendo mesmo acarretar catástrofes naturais de enormes
dimensões, põe em perigo a grande biodiversidade da fauna e flora típicas dos
trópicos e seu potencial genético, destrói o ambiente natural das populações locais,
constitui a perda de uma fonte de matéria-prima importante e diversificada, põem em
risco a estabilidade social e política, causa grande apreensão quanto a
conseqüências sobre o clima mundial



*

Friday, October 24, 2008

mudar as leis, mudar os direitos

*
Para quem realmente se importa com o bem estar animal e está mimamente a par de que a lei portuguesa não reconhece o animal enquanto ser com direitos, mas apenas enquanto propriedade de alguem (!), reconhece que é urgente mudar essas mesmíssimas leis...
tome conhecimento da campanha da animal, desenvolvida à longo tempo e agora já em fase de recolha de assinaturas para levar ao parlamento e assim conseguir introduzir leis mais justas que defendam os animais.
*
Visite o blog da animal e confira no site as várias notícias sobre esse e outros assuntos relacionados.
Divulgue, participe tambem na mudança das leis para uma História mais ética...
*

* *
(!) incrivel, não é? mas é verdade...

*

Wednesday, October 22, 2008

Mais um caso lamentável, entre muitos... Palavras certas para todos eles! -e mais algumas perspectivas realistas


A tomada de consciência de direitos e apoios nomeadamente jurídicos por parte dos alvos de violencia, é fundamental.
Igualmente importante é a independencia e auto-segurança emocional, verdadeira génese de todas as outras.
Há, por exemplo, quem eduque numa base de diferença de género em que é importante agradar e moldar-se às expectativas exteriores para a mulher e numa base de assertividade e conquista para o homem...
*
(Abençoadas as rebeldes de espírito... delas serão as vitórias!)))
*
Os testemunhos das mulheres são tidos como pouco credíveis pela sociedade em geral e, por isso, muitas mulheres sentem-se prisioneiras isoladas no seu mundo de violência. Muitas vezes, de vítimas transformam-se em acusadas; poucas acreditam na possibilidade de se libertarem da perseguição dos agressores ou de que estes venham a ser punidos. Suportam o insustentável porque pensam que estão a proteger os seus filhos, ignorando que, ao fazê-lo, estão a alimentar uma espiral de violência que levará a que alguns deles sejam mais tarde, novos agressores.
*
UM CASO LAMENTÁVEL, ENTRE MUITOS...
*
O da passada semana: uma adolescente brasileira -Eloá, é encarcerada na sua própria casa pelo ex-namorado tambem extremamente jovem mas não tanto que não seja portador de uma arma de fogo. Junto à jovem estão tambem uma e dois colegas de escola posteriormente libertados. O resto da história tem várias voltas e é puro terror ; a condução da mesma do ponto de vista policial, ou me engano muito ou poderia ter sido bem mais eficaz.

No final, o saldo é a jovem Eloá morta por uma bala cuja origem não é até à data tão clara como seria desejável, a colega que após libertada regressou ao apartamento (!) ferida e o sequestrador preso.
*
Pelo meio uma incompreensível e deslocada compreensão da polícia:
**
O comandante da ação policial de resgate de Eloá declarou que não atirou no agressor por se tratar de "um jovem em crise amorosa", num reconhecimento ao seu sofrer.

#

E o sofrer de Eloá? Por que não foi compreendida empaticamente a sua angústia e sua vontade (e direito) de ser livremente feliz?
#

Eu, que acho intelectualmente estimulante e justo o contraditório deixo a pergunta invertendo posições: será que se o mesmo acto lamentável de sequestro fosse protagonizado por uma jovem mulher desiquilibrada e inconformada com o fim da relação ela seria alvo de tanta doce compreensão por parte da polícia?...
* * *
*
AS PALAVRAS CERTAS PARA TODOS ELES:




(artigo de Maria Dolores de Brito Mota - Socióloga, professora da Universidade Federal do Ceará e Maria da Penha Maia Fernandes encontrado primeiramente no mulheres&deusas da sempre atenta e interveniente Rosa Leonor Pedro)

* * *



Um caso. Aqui em Portugal, nas ilhas.
*
Embora faltem elementos, do exposto ressalta a inoperancia do sistema jurídico, que não protege eficazmente uma cidadã sob ameaças e que no caso é a única a tomar medidas coerentes com a situação.

O próprio meio em que se insere a agredida, nomeadamente familiares, parecem fazer o jogo do agressor, validando assim socialmente as suas atitudes...
**
* * *

Até ao dia de hoje não apanharam o agressor, um monstro. Culpa da PSP do Funchal, Polícia Judiciária e Ministério Público. Desloquei-me muitas vezes a qualquer uma destas Autoridades, o que me diziam, para esperar que ele seja chamado para prestar declarações.


* * *

UM PONTO DE VISTA:

Vocês se lembram de um caso que ocorreu no Rio há oito meses atrás, quando um homem, que achava-se traído pela esposa resolveu mantê-la, juntamente com mais 38 vítimas, sob a mira de uma arma dentro de um ônubus durante mais de 10 horas?
Então, como foi divulgado, a digníssima esposa acusada pelo marido de “puladora de cerca” resolveu perdoá-lo e voltou para seus braços. Resolveu desconsiderar as muitas agressões físicas que sofreu diante da brutalidade e do descontrole emocional do marido.
Bom, isso não causa espanto algum a alguém que labute na Polícia. Diariamente, em todas as Delegacias, chegam casos de mulheres que foram agredidas por namorados, maridos, amantes, filhos, pais. Lesões das mais variadas, especialmente nos braços e rosto. Olhos roxos e inchados, dentes quebrados, lábios cortados. Denunciam que o homem é viciado, alcoólatra, e que tem uma arma em casa. Daí quando o sujeito vai preso, é só contar as horas, daqui a pouco vem elas, trazendo ventilador, roupas limpas e colchonete. - “Pode entregar pro fulano, ele pode estar passando frio…”.


#

Violencia, violencia doméstica, violencia física:*

uma anormalidade denunciadora de profundo mal-estar (golpeia-se o que devíamos prioritariamente proteger...

e porque tem tudo a ver:

eu deixo o artigo de Rita de Cassia Garcia
*

Para reflectir.

e não ficar, nunca, indiferente à violencia,

seja qual for a sua manifestação!
*

Saturday, October 18, 2008

aviso à navegação

A partir de agora vou colocar marcadores nos posts.
É uma funcionalidade útil quando pretendemos mais informação publicada sobre um certo marcador -tema.
A questão é que o blog já tem mais de quatro anos e muito post.
Vou colocar marcadores sempre regredindo e sempre que puder, mas vai levar o seu tempo...
No final, acho que vai valer a pena, e eu própria evito andar em palpos de aranha sempre que quero aqui localizar algo!
Quando estiver completo, aviso... :-)
*

É em nós que é tudo...


Não sei se é sonho, se realidade,

Se uma mistura de sonho e vida,

Aquela terra de suavidade

Que na ilha extrema do sul se olvida.

É a que ansiamos. Ali, ali

A vida é jovem e o amor sorri

*

Talvez palmares inexistentes,

Áleas longínquas sem poder ser,

Sombra ou sossego dêem aos crentes

De que essa terra se pode ter

Felizes, nós? Ali, talvez, talvez,

Naquela terra, daquela vez,

*

Mas já sonhada se desvirtua,

Só de pensá-la cansou pensar;

Sob os palmares, à luz da lua,

Sente-se o frio de haver luar

Ah, nesta terra também, também

O mal não cessa, não dura o bem.

*

Não é com ilhas do fim do mundo,

Nem com palmares de sonho ou não,

Que cura a alma seu mal profundo,

Que o bem nos entra no coração.

É em nós que é tudo. É ali, ali,

Que a vida é jovem e o amor sorri.

*

Fernando Pessoa

*

1001 livros...

**
um blog de downloads de livros...
*
Se alguns eu não perderia tempo a ler, é verdade que tem muitos que considero interessantíssimos.
*
São toda a espécie de livros desde temas técnicos a espirituais, passando por auto-ajuda ou best-sellers...
*
Vale a pena conferir todas as ofertas, clikando em postagens antigas no final de cada página.
*
*

Friday, October 17, 2008

amores que não escolhem regras...

*
(Embora a nível pessoal eu não tenha essa opção, respeito-a sem qualquer dificuldade...)
*
A apresentadora e atriz Ellen DeGeneres celebrou casamento com a actriz australiana Portia de Rossi oficializando uma relação de vários anos. Ellen só assumiu publicamente a sua homossexualidade nos anos noventa e é actualmente activista de várias causas que visam uma maior tolerancia de costumes; inclusive a causa animal
*

Wednesday, October 15, 2008

Tres vozes femininas: II - A mulher fabricada pelo homem

outro livro da mesma autora
*
Aquilo que num homem é comportamento patológico é exigido numa mulher. Um homem calvo que use peruca é uma figura ridícula; uma mulher calva que se recuse a usar peruca está a ser obstinada e rebelde. As mulheres com pêlos a mais (i. e., quaisquer pêlos) devem lidar diariamente com todo o tipo de produtos de depilação para parecer que não têm pêlos. Oxigenar bigodes, por cera nas pernas e arrancar sobrancelhas são actividades que absorvem centenas de horas das mulheres.
[...]
Uma das minhas amigas passa a vida a tactear a parte de baixo do queixo com as costas dos dedos, procurando inconscientemente a emergência de um pêlo hirsuto [...] Uma tal insegurança foi instilada nas mulheres ao longo de várias gerações [...] Todos os números de todas as revistas femininas exploram a ansiedade das mulheres relativamente aos "pêlos indesejáveis". Não se aconselha as leitoras que se sintam bem com os seus pêlos, mas antes a recorrer à depilação ou à electrólise e até a verificar se não sofrem da raríssima perturbação tiroídea que provoca o hirsutismo.
*
in A Mulher Total - Germaine Greer
*
(Germaine Greer é uma académica australiana, considerada anarquista e feminista.)
*

Monday, October 13, 2008

Sunday, October 12, 2008

Tres vozes femininas - I

Freia, deusa da juventude e amor, cujas maçãs conservavam os imortais eternamente jovens. Wotan oferece-a aos gigantes como pagamento da construção do Valhalla *

Tal como Fricka, "muitas esposas de Wotan" contemporâneas acham que o seu casamento tem forma mas nenhuma substância [...] -é frequente que não esteja sexualmente interessado na esposa e não se importe em saber como ela se sente [...] Quando ela lhe diz a verdade trata-a como uma rabugenta; consequentemente, num esforço para ser ouvida, ela pode tornar-se insistente e por vezes histárica. Nesse caso, o homem torna-se em geral ainda mais distante.
[...]
Quando as filhas são desprezadas ou maltratadas por um pai poderoso, cujo amor e aprovação procuram, isso afecta a confiança e auto-estima delas. Torna-as susceptíveis a virem mais tarde a ser dominadas por outra pessoa, da mesma maneira que a filha de Wotan, Sieglinde, era dominada por Hunding.
Os "filhos de Wotan" que são como Siegfried, neto e herdeiro de Wotan, não é provável que visitem um psiquiatra. Não se vêm a si próprios como tendo problemas [...] Se são filhos, netos ou filhos substitutos de construtores de dinastias, podem ser preparados para o sucesso como herdeiros de Wotan, apenas para descobrir que ele é incapaz de abdicar do controlo ou do poder.
[...]
No ciclo do Anel, é Brunnhilde quem traz um fim para a era do poder de Wotan, um fim que este antecipa, mas que ele próprio não pode provocar
[...]
Na vida familiar contemporânea, e nos comentários acerca da sociedade, é a filha que traz à luz o abuso de poder nas relações.
Quando as pessoas ficam obcecadas pela sua demanda de poder como controlo, segurança ou recohecimento, e quando têm poder sobre outros, então o que elas fazem afecta os que estão à sua volta [...]
O poder é o principio regulador na patriarquia , e quando quem reina é o poder mais do que o amor, a liberdade e a justiça tambem sofrem. É uma luta conservar o amor como príncipio numa cultura patriarcal, e todavia secumbir ao poder á destruidor das próprias relações com cuja necessidade viemos ao mundo.
[...]
Siegemund é um homem cujos sentimentos não estão entorpecidos, que usa a sua espada para defender a vulnerabilidade e a liberdade de escolha. Siegemund é o filho que não sobrevive nem prospera na patriarquia, [...] que é simultâneamente um proscrito e um modelo para o homem não patriarcal. Em Siegemund vemos a força masculina usada para defender e preocupar-se com os outros.
*
(O Anel do Poder, cap. Querer Amor e Contentar-se com Poder - Jean Shinoda Bolen)
*

Thursday, October 09, 2008

Libertando-nos do ciclo do Anel

*
*
À primeira vista o título e capa daquela edição remetiam para o que parecia ser um romance juvenil... mas um olhar mais atento revelou uma das minhas autoras favoritas: Jean Shinoda Bolen e um folhear rápido garantiu que era uma escolha desejada.
O livro encontrei-o por acaso na feira de fim de edições (que significa tambem mini-preços) que está na praça da Figueira até 18 de Outubro, na baixa de Lisboa.
*
E está a corresponder perfeitamente às expectativas.
* * *

"Começo cada um dos quatro capítulos centrais contando a história de uma das quatro óperas -O Ouro do Reno, A Valquíria, Siegrefied, e o Crepúsculo dos Deuses -que formam o Anel do Nibelungo.
[...]
Nos círculos operáticos, o Anel possui um fascínio inultrapassável. O poder evocativo da música e do mito para tocar cordas profundas do sentido pessoal explica porque é que os indivíduos ficam enfeitiçados pelo Anel do Nibelungo. Quando a experiência é assim, a alma comove-se. Quando é acrescentada a compreensão psicológica, também o espírito fica envolvido. Escrevi o Anel do Poder como um meio para que o reino psicológico penetre no conhecimento consciente das pessoas que querem acrescentar essa dimensão à sua experiência do Anel.
Espero que os leitores encontrem aspectos das suas vidas pessoais nos primeiros quatro capítulos [...] Embora a substância do livro esteja nestes capítulos, a mensagem espiritual central deste livro pode ser econtrada no capítulo cinco, "Libertando-nos do ciclo do Anel"
O capítulo seis, "Para além do Valhalla:um Mundo pós-patriarcal?" é uma especulação visionária sobre a possibilidade de uma era pós-patriarcal e a contribuição que cada um de nós dá para esse fim pelo facto de viver autenticamente e falar verdade.
Este livro que insistiu para que eu o fizesse nascer, vai agora para o mundo. Espero que ele toque tanto o coração como o espírito, que evoque sonhos e conceda a homens e mulheres o poder de agir segundo o que é verdadeiro para eles. Possa o Anel do Poder fazer alguma diferença para pessoas que podem fazer diferença onde quer que estejam."
*
(Prefácio de Jean Shinoda Bolen)
*

Wednesday, October 08, 2008

arte de Diana Vandemberg

Peru,Sillustani, Torre da Iniciação
*
auto retrato de Diana Vandemberg

France, Carros, O Castelo dos Templários
*
Tamosan
(página dedicada a cronos no feminino...)
*

Sunday, October 05, 2008

Liberdade... quem não a quer?!

*
da secção vídeos , do link anterior
*
*
Vídeo sobre algo particularmente nojento à minha maneira de encarar o mundo: caça
Como pode alguem divertir-se a tirar a vida a um animal?!?
*

Thursday, October 02, 2008

Semana Mundial por los Animales: Octubre 4 al 10 de 2008

Vamos entrar na semana de celebração dos direitos animais, e vai haver posts a respeito do tema. Aliás, Outubro anuncia-se movimentado quanto a comemorações... -que eu vou tentar acompanhar aqui na medida do meu por enquanto escasso, tempo disponível...
*
¿Por qué debes firmar la solicitud?
*
Puedes ayudarnos a conseguir el reconocimiento y la protección de los animales de todo el mundo uniéndote a la voz global de los 10 millones de personas que apoyan nuestra campaña.
Los animales y nuestra relación con ellos nos conciernen a todos, incluyéndote a ti. Haz que los animales también importen al gobierno. Hazle saber a tu gobierno que los animales te importan.
*
Semana Mundial por los Animales: Octubre 4 al 10 de 2008
*
**

*

Friday, September 26, 2008

Beleza natural...

*
Encontrei esse post onde se critica e muito bem, a má visão de alguns sobre o desabrochar da adolescencia de Louise, a filha de Madonna.
*
E certo que a menina alem de linda tem incorporada e perfeitamente harmonizada nessa beleza jovem umas sobrancelhas exuberantes e poderosas e um buço que não é propriamente transparente... mas realmente, que mal há nisso?!
Como escrevi em comentário a sociedade está organizada para negar a parte peluda (animal) do ser humano e só a apresentar se muito simbolica e embelezada...
Bem, isto dava pano para mangas e muita conversa... pena que o tempo é pouco e nao me vou alongar, rsss
Mas recomendo leitura de O Mito da Beleza de Naomi Wolf que trata destas e outras coisas com muitissima competencia
Na tentativa de angelizar a figura da mulher, muitos mitos sociais insistem em depená-la... e só assim é que é bonita!
E ai dela que não seja! (bonita), muitos problemas a esperam: desde ostracização a diabolização...
*
"Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana.
Mas, no que respeita ao universo, ainda não adquiri a certeza absoluta."
(Einstein)
*
Por outro lado todos somos peludos e se conseguissemos ver as pessoas tal-qual-são (e só estou a falar de pêlos!), talvez alguns (as) lindissimos (as) não o fossem assim tanto...
*
Este negar da nossa parte animal, peluda, não tem nada de positivo: ela continua presente, agora mais traiçoeira porque ocultada.
Tambem há uma certa tentativa de inofensivização nisto... portanto o alvo primeiro é a mulher ( uma mulher perigosa assusta muita mais que um homem perigoso... -um axioma destes, que é verdadeiro, dava sozinho para vários posts! mas continuando, o ser perigoso pode até ser bem visto num homem -enquanto no papel de defensor que a sociedade lhe dá, (transformando um género inteiro em voluntário à força para o papel) mas numa mulher soa(va) impróprio e embora os estereótipos venham mudando aceleradamente, as tentativas de retirar da mulher a força animal que representa capacidade de sobrevivencia ainda estão aí para durar e com as pessoas a pratica-las obedientemente sem questionar, para variar
*
Quem não conhece o último reduto da feminilidade (zona genital) preservado ao natural talvez porque habitualmente oculto, ser quando exposto cuidadosamente embonecado e reduzido?
Há até uma moda recente que transborda em anuncios de profissionais de estectica anunciando variantes em forma de coraçao, espirais etc.
Nada contra a depilaçao... (pelo contrário), muito menos contra cada um procurar o seu melhor estéctico -seja lá o que isso for, da maneira que entender, mas tudo contra obrigações e imposições estecticas e o só assim de alguns.
*
Mudando um pouco -só um pouco, porque tudo está ligado! a agulha ao comboio das palavras, este atirar para campos opostos as tríades em que o humano/evolução/beleza e o animal-não-humano/primarismo/ instintos básicos, se defrontam em campos opostos e não conciliáveis é pura visão estreita a meu ver: nem nós somos tão angelicais assim nem eles, os animais, tão brutos e bestas como eram seriamente designados numa literatura ainda recente...
*
Mas aí teriamos de falar de especismo... vamos deixar isso para outra altura!
*
recordo que geneticamente falando (e emocionalmente tambem, entra Desmond Morris!@) compartilhamos material genético com toda a criação... é, tudo o que vive, não só os bons dos símios...
*
Agora com licença, que me vou rir um bocadinho...
*