Monday, July 31, 2006

Foto do dia


* 'Arrábida violeta'

No fotoben.blogspot, blog do Benjamin

* mais sobre o Parque Natural da Arrábida
*
*

Xadrez


imagem, daqui , link encontrado no esplanar.blogspot

Quando era bem pequerrucha eu adorava esse jogo -e jogava razoávelmente!

Depois deixei-me disso e os anos passaram...

Ainda assim tenho em casa praticantes prometedores! :-)


*

Sunday, July 30, 2006

2 filminhos


*
*
*
*
*
*
*

*

*

*

*

*

*

*

*

Este filme, Guardian, apesar de belo não será de certeza do agrado de todos pela ambiência forte que transporta...

este, A Knock at the Door , tem mais possibilidades de agradar, light que é! Tem música da fabulosa Martine Lund Hoel...

Este segundo filme vem agora com pequenas alterações, já o trouxe a blogs na primeira versão

Daqui

*

Nem fraco nem forte



Letra de uma das músicas dos Gaiteiros de Lisboa
cantada em bom ritmo

dá para provar um pouco deles...

Eu tenho um terreno
Mas não tenho enxada
Tenho uma carrinha
Mas é emprestada
Tenho água no poço
Mas está salgada
Com estas sementes
Eu não faço nada


Eu tenho e não tenho
Ando assim de sorte
Ando em meias tintas
Nem fraco nem forte *

Eu tenho e não tenho
Não é que me importe
Ninguem me confunde
Nem a própria morte
Venha o que vier
Ao azar da sorte
Nem cá nem lá
Nem fraco nem forte

Tenho um cão de guarda
Dorme o dia inteiro
E tenho uma vaca
Mas pago ao leiteiro
Galinhas e porcos
Já não há dinheiro
Um cão e uma vaca
E eu no poleiro
*
Minha casa é grande
Mas chove lá dentro
Tenho um lindo fato
Mas já lá não entro
Eu sei tantas coisas
Mas não me concentro
Tenho a açorda pronta
Mas falta-me o coentro

Hoje tenho tempo
Mas está a chover
Há sol amanhã
Eu não vou poder
É uma canseira
Não sei quem me quer
Que vida agitada
Tudo por fazer
*(refrão)

Nem fraco nem forte - Album Sátiro
*

Saturday, July 29, 2006

Os Sutras Invisíveis



Tetsugen, estudioso do Zen, decidiu realizar um grande empreendimento: a impressão de sete mil exemplares dos sutras que até então só estavam disponíveis em chinês.

Viajou por todo o Japão, a fim de arrecadar fundos para esse projeto. Algumas pessoas de posse ofereceram-lhe até cem peças de ouro, mas as mais das vezes ele recebeu pequenas moedas de camponeses. Tetsugen expressava igual gratidão a todos os doadores, sem levar em conta a quantia doada.

Depois de dez longos anos de viagem, ele finalmente reuniu os fundos necessários à tarefa. Justo então o Rio Uji transbordou e milhares ficaram sem comida e sem abrigo. Tetsugen gastou com essa pobre gente todo o dinheiro que arrecadara para seu projeto dourado.

Então, começou o trabalho de arrecadar fundos novamente. Mais uma vez passaram-se vários anos antes que ele conseguisse o dinheiro de que precisava. Aí, uma epidemia espalhou-se pelo país; por isso, para ajudar os que sofriam, Tetsugen deu todo o dinheiro que arrecadara.

Mais uma vez, iniciou viagem e, vinte anos mais tarde, o sonho de ter as escrituras em língua Japonesa tornou-se realidade.

O clichê que produziu essa primeira edição dos sutras está exposto no Mosteiro Obaku em Quioto. Os Japoneses ensinam aos filhos que Tetsugen fez, ao todo, três edições dos sutras; e que as duas primeiras são invisíveis e muito superiores à terceira.

Contos Zen, daqui
*

Aviso à navegação


imagem

Hoje é: dia da Roda, ou seja, é um dos dias em que o calendário tibetano comemora os ensinamentos de Buda Shakyamuni.
Quer acreditem ou não, aqui fica a ideia: nos dias da Roda, as acções positivas e negativas multiplicam-se 10 milhões de vezes.

Informação gentilmente cedida ao mundo por essa menina :-)

Obrigada, Ananda!

Calendário Tibetano
*
*

Perspectivas











«Violino estranho, porque me persegues?
Em quantas cidades remotas falou já
a tua noite solitária à minha?
São centenas que te tocam ou um só?

Há então em todas as grandes cidades
homens que sem ti
se teriam perdido já nos rios?
E porque vens tu sempre ao meu encontro?

Por que sou sempre eu o vizinho daqueles

que em angústia te obrigam a cantar
e a dizer: A vida é mais pesada
do que o peso de todas as coisas?»

(Rainer Maria Rilke)

Tudo do 1000imagens.com
*

Thursday, July 27, 2006

Petições online - manifeste-se!


foto daqui

1000 causas urgentes

importantes e a precisar de toda a nossa ajuda

Dê voz a quem não tem como se defender
*

Wednesday, July 26, 2006

Vem aí o Dia Nacional da Conservação da Natureza


foto

Por ocasião dos 50 anos da Liga de Protecção para a Natureza, no dia 28 de Julho de 1998, o Estado Português instituiu o dia nacional da conservação da natureza. Este dia surge assim com o objectivo de chamar a atenção dos cidadãos para a importância da natureza e para os problemas de conservação existentes.

A população mundial está a aumentar, estimando-se que atinja o seu pico máximo em 2050 (9 mil milhões de pessoas, contra os actuais 6 mil milhões de pessoas). Os recursos naturais têm sido explorados desenfreadamente, resultado das necessidades crescentes da população mundial e da falta de conhecimento das melhores práticas a realizar, tendo em vista a satisfação das necessidades e a minimização de eventuais perturbações da natureza.

A sobreexploração dos recursos naturais, como a água, o solo, a floresta e os oceanos, tem provocado a sua degradação e poluição assim como perturbações significativas ao nível da paisagem, fauna e flora, contribuindo para o ritmo elevado de extinções de espécies que se tem verificado na nossa escala temporal.


continua


*
Ninguém cometeu maior erro do que aquele que não fez nada só porque podia fazer muito pouco.
(Edmund Burke )

Pequenas coisas que todos podemos fazer
*

Temas


foto

PERGUNTA: — O feitiço* tende a se extinguir, na atualidade?

RAMATIS: — Porventura, tendem a extinguir-se, também,
o ódio, o ciúme, a raiva, malícia, inveja, hipocrisia, maldade,
luxúria, avareza, traição, violência, corrupção política
e administrativa, prostituição, miséria, delinqüência juvenil,
os vícios de entorpecentes, alcoólicos e o fumo; as guerras
fratricidas, os genocídios, as aberrações sexuais, o comércio
médico da dor e a indústria da cirurgia mutilante, o abandono
de menores, o aborto organizado, os vendilhões da
imprensa, as pilhagens dos “trustes”, as traições conjugais,
os matadouros sangrentos, as guerras cruentas e o carnivorismo
famélico?
Que é o feitiço senão um acontecimento proveniente de
tudo isso? Aliás, é uma derivação até salutar, porque, através
dele, os seus autores expelem para fora, num ato positivo,
as idéias malignas e os sentimentos subvertidos que lhes
vicejam na alma, e assim fazem jus à expiação decorrente do
seu enquadramento na Lei do Carma! O feitiço atormenta e
prejudica, mas ainda é uma conseqüência irrisória, em face
dos males que os homens semeiam cotidianamente sob a
mistificação de “boas intenções”! Há homens que, eleitos
para administrar os bens públicos, traem os votos assumidos
e amealham inescrupulosamente para o seu clã familiar,
negociando a confiança alheia em troca de moedas. Outros,
agaloados de ricos uniformes, espécie de robôs obedientes,
ordenam ou cumprem ordens para o massacre indistinto de
mulheres, crianças, jovens e velhos, arrasando cidades, templos,
escolas e vivendas, de modo ainda mais destruidor e
eficiente, do que faziam o famigerado Davi da Bíblia, Átila,
Gêngis-Khan ou Tamerlão, na chefia dos bárbaros! Tudo isso
é bruxaria, pois prejudica o próximo, aleija-o e o mata sob
o espírito vingativo da maldade humana!
Quem faz o seu feitiço particular ainda tem algum motivo
justo ou provocação alheia para assim proceder; mas, que
se deve dizer da vastidão do feitiço pátrio, que, em vez de
sapos e bonecos de cera, exige homens sadios para o corte
sangrento nos matadouros das guerras? E os homens fesceninos,
que arrastam milhares de jovens para as pocilgas da
prostituição; que esperam meninos e meninas às portas dos
colégios para viciá-los nos entorpecentes? E dos religiosos
que consagram canhões, submarinos e armas destruidoras,
benzendo-os em nome de Deus; ou os cientistas, que se consomem
nos laboratórios do mundo a fim de descobrir armas
eficientes para destruir milhões de criaturas, de uma só vez?

PERGUNTA: — Certo confrade admira-se da vossa
insistência em convencer os leitores da lógica do enfeitiçamento!
Que dizeis?
RAMATIS: — Em face da situação atual tão subvertida
do mundo, não cremos que ainda pudéssemos produzir males
piores do que a humanidade terrena já criou para si mesma!
O próprio Diabo, se realmente existisse na sua configuração
mitológica tão excêntrica, já teria optado pela sua aposentadoria
ante a frustração e a incapacidade de praticar tanta perversidade
e males, como os terrícolas já conseguiram produzir
sem convocar os recursos do império infernal! Satanás,
ainda às voltas com os caldeirões de água fervente, obsoletos
e insuficientes, ficaria completamente desmoralizado e liquidado,
ante a eficiência da bomba atômica produzida pelo
homem, a qual liqüefez 120.000 criaturas nascidas para compor
a família humana e viverem ideais, amores, venturas e alegrias,
sob o paraninfo da Ciência, Arte e Religião!

*
daqui - capitulo 17 /relação de PDF
*
*(feitiço, neste contexto, é entendido como manipulação energética negativa)

*

Monday, July 24, 2006

Tudo está certo debaixo do céu...


Procurando os lugares míticos da Terra

Tudo tem o seu tempo determinado e há tempo para todo propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de chorar e tempo de rir; tempo de abraçar e tempo de afastar-se; tempo de amar e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz ...

Elesiastes, 3.

Querida Enid



Através dos maravilhosos caminhos dos pensamentos inesperados e do abundante mundo de informação virtual, hoje falo de Enid Blyton como alguém que acompanhou longamente meus anos de adolescência com uma positividade difícil de igualar

Eu adorava a irreverência polida que demonstrava através de certos personagens, o idealismo, o amor pelos animais, a vontade de aventura...


*

Sunday, July 23, 2006

Óbidos



Além de ser um lugar muito especial, Óbidos tem festejos ímpares: de 14 a 24 de Julho tem a Feira Medieval, com recriações de época

Tem Festival do Chocolate (hummm...)

Tem regularmente recriações e e evocaçoes históricas


mais
*

'Entrando na caverna'


foto

Encontrei esse artigo que achei bem interessante, sobre autismo

Ricardo vivia literalmente com a cabeça nas nuvens. Ele tecnicamente não era autista, mas podia ser, quando quisesse. Entrava e saía de seu mundo particular, e às vezes mesclava um com o outro sem que ninguém o percebesse.

Sua família chamava essas suas escapadas de "viagens". Felizmente nunca chamaram um padre para exorcizá-lo. Ele se lembra que fazia isso desde os 10 anos. Mas nunca usou ou teve curiosidade de usar drogas. Nem precisa, afinal ele podia criar toda a Terra Média de Tolkien na cabeça e passear por ela, sentindo a brisa no rosto, a umidade da floresta, o perfume e a textura das plantas. Interessante que essas sensações não passavam pelos nervos, mas eram criadas diretamente em seu cérebro. Era real a ponto de sentir frio ou calor, mas sem que o corpo reagisse a isso. Achava estranho as pessoas precisarem usar drogas pra "ver coisas novas", quando esta já é uma capacidade inerente ao ser humano.

(mais)


* * *
Mais livros online, de vários géneros.
*

Saturday, July 22, 2006

Sugestão III - você já pensou...


olha que tranquilidade...

...em fazer turismo rural?
*

Sugestão de leitura II



Desta vez online e de uma área muito específica...

Já tenho aqui trazido Wagner Borges, esoterista bem humorado e particularmente dedicado a pesquisas bioenergéticas em alguns dos seus artigos.

Desta vez trago-o com um livro sobre chacras e algo mais, aqui, quase no fim da lista de livros disponíveis
*

Sugestão de leitura



Tenho (mais) estes agendamentos para leitura de férias. Deixo as sugestões...

Marley & Eu: A vida e o amor do pior cão do mundo do escritor John Grogan

Blog do John Grogan

* * *



Os 2 livros de Joanna Sandsmark, dona de muitos talentos e escritora de vários livros


*

Tuesday, July 18, 2006

Gaiteiros de Lisboa


Música de Inquietar consciências...


gaiteirosdelisboa


Carlos Guerreiro, vocalista do grupo

Ao bom estilo frontal, são dele as frases: "Nós temos um público próprio. São as pessoas de bom gosto deste país": Resposta a uma questão sobre se os Gaiteiros movimentavam ou não as massas.
"Nós sabemos como se faz um êxito neste país. Uma mentira repetida muitas vezes torna-se verdade": Sobre o meio rádio e o "regime" das playlists.
"O nosso campeonato é cultural": Sobre o mercado da música.
"Vamos ver o que vai acontecer. Provavelmente vamos viver para o campo e os etnomusicólogos ainda virão recolher-nos": Sobre o facto de continuarem ou não a editar discos em edição de autor.
"Que acabe o cinismo na altura do natal e que sejam felizes durante o ano inteiro": No final, mencionando os seus desejos.

(recolhido aqui emDezembro,16)

Só posso concordar com Gonçalo Frota quando diz em crítica
Até ao momento, os Gaiteiros de Lisboa revelam-se simplesmente incapazes de produzir outra coisa que não seja uma monumental obra-prima.
*

Monday, July 17, 2006

Varuna, para quem se interessa por astrologia e não só


Artigo na Constelar

Um corpo celeste descoberto em 2000 no cinturão de Kuiper, inexplorada região além da órbita de Plutão, parece corporificar simultaneamente o simbolismo conectado à divindade Varuna, da mitologia védica, e ao deus grego Oceanus, um rei universal destronado.

Varuna era o deus criador da mitologia védica. Era sua divindade mais augusta. Segundo o hinduísmo, Varuna encarna o céu e o oceano, e todos os poderes criadores e reguladores da vida. [...]
Varuna também encontra paralelismo com o deus grego Oceano, que era filho de Urano. Oceano era filho de Gaia, Mãe Terra. E Varuna também era filho de uma Mãe Terra, Aditi.
[...]
Esta relação simbólica entre o céu e mundo das águas é forte em Varuna. Ele podia crescer tanto que suas costas eram capazes de suportar os dois oceanos do mundo, o ar e as águas. Talvez se possa considerar a ligação entre céu e oceano com o fato de ambos se perderem um no outro quando os contemplamos no horizonte. Poeticamente, as nuvens imitam, em meio ao azul celeste, as espumas das ondas marinhas em movimento constante.
[...]
Kutalyov observa que, vindo após Plutão, Oceanus (Varuna) não nos leva para as alturas ao invés de continuar a descer às profundezas do rei subterrâneo. Oceanus então possui um aspecto dual, pois eleva às alturas do céu e conduz aos abismos aquáticos. Considera que Oceanus influencia no ganho de notoriedade e glória imortais para além da popularidade presidida pelo fausto planeta Júpiter, e ainda diferindo de Júpiter quanto a leis e justiça secular, ele é a personificação da justiça e eqüidade divina. Essa eqüidade faz dele um nivelador que harmoniza e iguala os homens de modo divino.
[...]
As semelhanças com Júpiter parecem muitas, e não há diferença entre leis e justiça secular, e justiça e eqüidade divina. Júpiter governa sobre ambas. Assim as suposições de Kutalyov parecem fracas. Oceanus (Varuna) talvez esteja ligado ao acúmulo de coisas, o acúmulo de sabedoria e aprendizado, com também pode estar relacionado com o modo como lidamos com as perdas de posições ou bens e até pessoas. Talvez fale de como lidamos com mudanças e transformações em nossos mundos, como reagimos com elas e o que acumulamos após. Os mitos de Varuna e Oceanus relatam com força perdas e transformações: ambos perderam governo, mas continuam sábios e poderosos.


Descubra aqui onde estava Varuna quando você nasceu

Texto de B. R. Rodrich
*

Sunday, July 16, 2006

Toda a crueldade nasce da fraqueza...


foto

Toda a crueldade nasce da fraqueza parece-me a frase perfeita do vídeo abaixo para mostrar a verdadeira motivação dos muitos seres humanos que maltratam e se tornam preconceituosos para com qualquer ser...

Num canil municipal estão mais de uma dezena de PITT BULLS com ordem de abate imediato. No entanto são animais docíssimos. Um deles é uma menina de 6 meses cuja infância foi passada naquele espaço... Ainda assim tem uma imensa alegria de viver, graças ao facto de não perceber a crueldade do ser humano. Não se esqueçam que um animal é o que o dono faz dele. Adopções ULTRA-URGENTES...

Claro que pessoas de má-fé nem vale a pena telefonarem.

Contactos para adopção: 965039102

Aqui: Vídeo sobre Pit Bulls: não é a primeira vez que o trago, mas sempre há quem não o tenha visto

aminhapaixao.blogspot.com Outras emergencias e notícias de quem ama os animais

Para quem quiser conhecer e quem sabe ajudar, dos muitos modos que há de o fazer
*

Thursday, July 13, 2006

O lado negro do Verão





Muitas vidas a quem o texto abaixo serve na perfeição...
Na espera de uma oportunidade de amizade verdadeira

O Verão já chegou.

Com ele as férias e os consequentes abandonos.
Há humanos que não nasceram para terem um animal. Os meus donos são um desses casos e infelizmente só descobriram essa incapacidade tarde demais.

Não tenho nem um ano e a minha vida já dava uma novela de fraca qualidade.Viram-me na rua, bebézinha, claro que me acharam muita piada. Um cachorro é fácil de criar, disseram eles, vamos levá-la. Amargurei tantas vezes estas palavras. Mais valia ter fugido logo ali. Talvez tivesse sido atropelada, quem sabe, mas pelo menos teria tido a minha oportunidade de vida em liberdade. Masa minha ingenuidade ainda me fez abanar o rabinho, toda contente por alguém gostar de mim.

Gostar, outro conceito que me magoa. Quem gosta não faz sofrer. Hoje sei que os meus donos nunca gostaram de mim. Fui apenas mais um adereço nas suas vidas ocas e sem sentido.Como todos sabem, os cachorros não ficam cachorros toda a vida e dentro da normalidade, fui crescendo. Com o passar do tempo, as coisas foram-se alterando. Bastava eu bocejar para me baterem, bastava eu mexer-me e já estavaa apanhar tareias. Comida? Restos, quando havia.A vida ia correndo, infeliz, até que surje o problema que nunca antes tinha cruzado aquelas cabeças humanas: as férias.

O que fazer comigo? Levar-me estava fora de questão, pois se nem no dia a dia era um membro da família, muito menos o seria para umas férias. Por isso, resolveram dar-me férias, mas estas definitivas, num canil municipal. Aqui, choro dia e noite. O ladrar desesperado dos meus companheiros de infortúnio, leva-me quase à loucura. Ouço histórias que não quero ouvir, vejo coisas que não quero ver.

Sei que não vou resistir muito tempo. Fui a uma campanha de adopção, mas ninguém me quis levar. Enfrento agora uma luta contra o tempo.


Se me quiserem adoptar apressem-se

96 358 20 33
96 796 17 32

Local: Lisboa
Data do Apelo: 09 Julho 2006

Mafalda Gonçalves SOSAnimal

*

Vontade de ler...



...mesmo muita vontade, de ler este livro: A Paz Como Caminho com tudo a ver com o Festival Mundial da Paz



E também o Metade Cara, Metade Máscara de Eliane Potiguara*, visite o site dela e leia o E-book Sol do Pensamento online

(*) Eliane Potiguara é remanescente Potyguara, nasceu num gueto indígena no Rio de Janeiro. Tem 55 anos, é escritora e professora. Foi indicada no Projeto Mil Mulheres para o Prêmio Nobel da Paz. Coordena o Grumin/Rede de Comunicação Indígena e criou a primeira organização de mulheres indígenas do país, o Grumin/Grupo Mulher-Educação Indígena, em 1989. É Diretora do Inbrapi (Instituto Indígena Brasileiro para a Propriedade Intelectual) e Conselheira e uma das fundadoras do Comitê Intertribal. É autora do livro Metade cara, metade máscara, S.Paulo, Editora Global, Série Visões Indígenas, 2004.A série é coordenada por Daniel Munduruku, escritor indígena.
*

Tuesday, July 11, 2006

Hoje: Dia Mundial da População



As Nações Unidas instituíram o 11 de julho como o Dia Mundial da População, uma vez que fora neste dia, em 1987, que a população mundial atingira 5 bilhões de pessoas. Este dia é uma boa forma de nos lembrarmos da importância de se conhecer a evolução do tamanho da população mundial e de cada país, de sua estrutura por idade, raça, gênero etc., já que as políticas públicas devem tomar por base todas essas estatísticas para que atinjam sua eficácia.

De acordo com estimativas da Organização das Nações Unidas (ONU), a população mundial era de seis bilhões e 134 milhões de pessoas em 2001. Mais de um terço encontradas em dois países apenas: China e Índia.

O boom demográfico do século XX aconteceu, principalmente, nos países do terceiro mundo - África, Ásia e América Latina - que apresentaram, entre as décadas de 50 e 70, taxas de crescimento de 2,5%. Nos últimos anos, porém, ocorreu uma redução gradativa no mundo todo, com exceção do continente africano, que continua crescendo em ritmo intenso. A Libéria, por exemplo, dobra o número de habitantes em uma geração, enquanto a Europa precisaria de mais de 380 anos para que isso ocorresse. Ainda assim, a estimativa da ONU para o ano de 2025 chega a 7,8 bilhões de pessoas, sendo que, nas regiões mais pobres do mundo, a taxa de crescimento deverá continuar maior - 1,6% a cada ano - devendo permanecer dessa forma pelos próximos 15 anos. A África, com seu crescimento acelerado - média de 2,4% anuais - tem, em contrapartida, a Aids como redutor populacional. A epidemia vem reduzindo a expectativa de vida nos países africanos: são 32,4 milhões de adultos e 1,2 milhões de crianças infectados com o vírus HIV, segundo cálculos da ONU em 1999.

continua

e mais
*

Sunday, July 09, 2006

Deuses de Barro?












Divinizaçoes indevidas à conta da insegurança das pessoas e sua vontade de encontrar um 'porto de abrigo' espiritual; ou não?

Sempre, em todos os tempos e em todas as escalas possíveis tal aconteceu, até porque sempre há quem não tenha qualquer escrúpulo em aproveitar a fragilidade dos outros...

Neste caso é um personagem com bastante projecção mundial. Deixo os pensamentos e conclusões para os leitores desses artigos:

"DIOS MÍO, MI GURÚ VIOLA NIÑOS"

Alegações sobre Sai Baba

Sai Baba

AS MENTIRAS DOS DEUSES


* * *
Aqui, no blog da Maria Afonso Sancho, tambem tem um post sobre esta questão de Sai Baba já mais que badalada, é um post de 09 de outubro de 2004, ali bem ao ladinho de outro sobre o meu muito querido Omraam Mikhaël Aïvanhov.

O blog da Maria Afonso Sancho fica também como sugestão de visita geral. É um encanto pela forte consciência social e chamada de atenção particularmente vocacionada sobre violencia contra crianças e mulheres.
*

Saturday, July 08, 2006

'Um dia, o mar vai morrer'!



...se nada for feito atempadamente para o evitar.

Certo é que tambem está na mão de todos e cada um, contribuir para isso...

Mais aqui sobre a superpopulação costeira e consequências ecológicas

todas as semanas, mais de 3.300 novos residentes chegam ao Sul da Califórnia, e outros 4.800 instalam-se nas costas da Florida.

in national geographic
*

Roma secreta


Não resisti a trazer estes mistérios da National Geographic deste mês...

Por baixo da superfície da Cidade Eterna, espraia-se o maior museu inexplorado do mundo...

Em todo o mundo, a palavra underground faz lembrar o metro, os esgotos e as canalizações de gás. Excepto em Roma. Aqui, quando se mencionam as profundezas da cidade, evoca-se um mundo paralelo, que se sabe onde começa mas nunca onde acaba. Porque por baixo de uma tampa de saneamento, no fundo da mais trivial das sarjetas ou do outro lado do alçapão de uma cave, abre-se uma porta que conduz ao subsolo mais intrincado e misterioso da história.

Visitá-lo nem sempre é fácil. Mas para compreender a Roma que está à superfície, a dos postais e dos passeios turísticos, é preciso ter, pelo menos, a noção da existência dessa outra Roma, secreta e invisível, escondida sob as ruas numa incrível amálgama de lodo e mármore. Nenhum outro lugar do mundo oculta tantas histórias no seu subsolo.
(continua)
*

Thursday, July 06, 2006

E porque hoje é quinta...



...deixo estas dicas que podem ajudar a fazer uma pausa e recuperar o ânimo já em desgaste pela semana avançada...

São da Adília Belotti e tanto nos levam a esta música como a esta, de
Steven Halpern todas perfeitas para relaxar

Mandalas e sugestão de meditação no próprio texto tambem são boas escolhas

Tem vários outros links a conhecer...
*

Wednesday, July 05, 2006

...E Orientes!



Lutar e vencer todas as batalhas
não é a gloria suprema
A glória suprema consiste em quebrar
a resistência do inimigo sem lutar.

Sun Tzu
*

Ventos...



Tzu-Kung perguntou:
Há algum ditado que devamos seguir
constantemente ao longo da vida?
O Mestre disse que talvez fosse o caso
do ditado acerca da consideração:
Nunca faças aos outros
O que não gostas que te façam a ti

Confúcio
*

Outros ventos...



...do oriente. Que trazem palavras insperadas que dão que pensar.

Um favor a pessoas nobres engendra o bem.
Um favor a pessoas vis engendra o mal.
E como a chuva: quando é a ostra
que a bebe: sai dela uma pérola:
quando são as víboras a bebê-la
sai veneno


Abi Tallib
*

Monday, July 03, 2006

Noites de verão



Comecaram agora as Noites na Esplanada na Cinemateca.

Estive lá no sábado ainda a achar que estava muito fresco para ficar parada por duas horas...

Foi interessante caminhar pelas avenidas centrais que dão acesso à Cinemateca, podia-se observar o júbilo ruidoso dos nacionais, a divertida atenção dos turistas de passagem, e a decepção mais ou menos óbvia no rosto de muitos brasileiros que cá estão, com alguns a virar agora nitidamente o foco do seu interesse para Portugal

Embora goste bastante de desporto, nao coloco futebol na minha lista de topo de preferencias ao contrário do que parece ser 90% da opçao geral... mas gosto de analisar as reações de toda a espécie numa situação destas numa cidade com muita gente em transito.

E foi uma sensação especial assistir ao filme os Pássaros de Hitchcock com o fundo de uma cidade sonoramente em delírio pela vitória de Portugal no jogo de futebol dessa tarde.
*

Saturday, July 01, 2006

Sabor das emoções



Seguindo a teoria do yin/yang, a dietética implica novas associações e opções...
(siga os links e confira)

ALIMENTOS YIN e ALIMENTOS YANG

Por exemplo os alimentos com

SABOR ÁCIDO

Beneficiam fígado e vesícula biliar.
Seu abuso reprecute no baço e estomago provocando depressão.
Relaciona-se com a raiva contida e a irrascibilidade.
A tendencia à cólera se aliviará com alimentos de natureza ácida como os cítricos e as peras.

*

Curas



Encontrei este artigo com interesse para quem quiser pensar um pouco sobre o modo como emoções podem interagir de modo positivo ou não no estado de saúde
*
*

Viajantes


livro

Um bom viajante
não tem planos fixos
e não tem por objetivo
a chegada

(Lao Tsé; 640 a.C.)
*

No lugar dos outros...


imagem

Já circula faz um tempinho este vídeo, que sempre me faz pensar sobre a maneira correcta de lidar com as diferenças de alguns em relação aos demais...

Algumas dicas
*