Friday, February 02, 2007

o Sonho do Planeta



texto e imagem

'Com base na filosofia ancestral, Don Miguel Ruiz faz uma crítica feroz aos condicionamentos da vida moderna, que conformam todos os indivíduos a uma ideologia alienante e anestésica, que anula o livre arbítrio e a lucidez da consciência: trata-se do "Sonho do Planeta", que serve de pretexto para as reflexões astrológicas de Valdenir Benedetti.'

Com medo de ser punidos e medo de não ganhar a recompensa, começamos a fingir ser o que não somos apenas para agradar aos outros, só para ser suficientemente bons para outras pessoas. Tentamos agradar a mamãe e papai, tentamos agradar aos professores na escola, tentamos agradar na igreja, e com isto começamos a representar. Fingimos ser o que não somos porque temos medo de ser rejeitados. O medo de sermos rejeitados torna-se o medo de não sermos suficientemente bons.

A domesticação é tão forte que num ponto determinado de nossa vida não precisamos mais que ninguém nos domestique. (...) Somos tão bem treinados que passamos a ser nosso próprio treinador. Somos um animal autodomesticado. Agora podemos domesticar a nós mesmos de acordo com a mesma crença no sistema que nos forneceram, usando as mesmas técnicas de punição e recompensa.

da Constelar
*

No comments:

Post a comment