Sunday, March 08, 2009

crónicas do nosso tempo - da igreja que temos...


Uma menina de 9 anos, violada desde os seis pelo padrasto (tal como uma irma deficiente física de 14 anos) tudo com o aparente desconhecimento da mãe de ambas, ficou grávida de gémeos. O caso só foi descoberto por a criança se queixar de dores e a mãe a ter levado ao médico que descobriu uma gravidez gemelar já no quarto mes.
*
Resumo dos capítulos seguintes:
a equipe médica aconselha aborto por a menina correr risco de vida, e já que o caso se passa no Brasil, as leis ái tambem facilitam esse recurso porque toda a gravidez resultante de violação ou que coloque a gestante em perigo de vida é passível desse procedimento; neste caso são as duas condições que existem. O pai biológico é contra o aborto, a menina de 9 anos está mais virada para ter os bebes do que para desistir deles; a mãe é segundo alguns "convencida" pela equipe médica que o aborto é a melhor opção.
O arcebispo de Olinda e Recife, Dom José Cardoso Sobrinho tenta convencer a mãe a manter a gravidez da criança mas ela recusa-se a falar com ele
Finalmente a intervenção é realizada na quinta-feira 5 de Março, com autorização da mãe.
Tudo correu bem e a menina teve alta no dia seguinte, continua a ser acompanhada quanto a despiste de doenças sexualmente transmissíveis e beneficiando de acompanhamento psicológico. Mãe e filha foram e continuam a ser acompanhadas por organizações não-governamentais de apoio à mulher.
Dia 7, sábado, o arcebispo dom josé veio dar a público conhecimento da excomunhão dos adultos directamente implicados no aborto: a mãe e a equipe médica. O vaticano manifesta o seu apoio a dom josé. A Igreja Católica tentou impedir o aborto recorrendo na Justiça.
*
Jaílson José da Silva, o padrasto pedófilo e autor do crime de violação está preso, confessou após ser capturado quando se preparava para fugir para a Bahia.
*
Questionados s/ a gravidade do procedimento do padrasto, a igreja manifesta que pedofilia e violação não são suficientemente graves para merecerem excomunhão...
*
A igreja católica, claro, continua fiel a si própria e à sua habitual inépcia para a vida -apesar pretender proclamar o contrário, e a evoluir muito mais lentamente do que os tempos e a sua própria sobrevivencia exigem.
**
Apetece-me juntar firmemente a minha voz à da Cora e tambem dizer:
se a igreja excomungasse todos os padres pedofilos fechava de vez. [...]
Asco! Nojo!
Ser excomungado por essa igreja é louvor, comenda a acrescentar no currículo (ultima frase: comentários)
*
A equipe médica acredita que tomou a melhor opção possível e não está arrependida

*

5 comments:

  1. wickedlizard1:54:00 pm

    k nojo! :(

    ReplyDelete
  2. muita falta de luz ou simplesmente bom senso ha em certas cabecitas por esse mundo fora...
    (suspiro)
    Beijo para ti.

    ReplyDelete
  3. É daquelas coisas que eu não consigo NEM QUERO entender!
    Depois de:"pedofilia e violação não são suficientemente graves para merecerem excomunhão", comentários para quê?!

    Beijinho linda!

    ReplyDelete
  4. pus esta noticia no meu blog tambem.

    continuou horrorizada com a decisao da igreja. K trastes!

    ReplyDelete
  5. anfibia5:49:00 pm

    oi linda,
    essa doeu em muita gente... tbm comentei no meu blog, como viste. e as coisas não param... ontem mesmo noticiou-se aqui no brasil o caso de uma mulher que foi queimada pelo ex marido, detalhe - ela já tinha feito oito denúncias sobre ele na polícia e ninguém a protegeu.
    o trabalho que fazemos de resgate da alma feminina é essencial pois todas precisam acordar o mais rápido possível.
    grande beijo

    ReplyDelete