Tuesday, October 05, 2004

Filhos... somos todos!



Hoje dei uma avançada num livro que tenho vindo a ler às prestações, dada a falta de tempo.
Escrito por Dorothy Corkille Biggs na perspectiva de profissional (psicóloga escolar, educadora, conselheira matrimonial e familiar) e mãe, estou achando-o excelente, mesmo para além da temática de ajudar a estruturar uma personalidade alheia à nossa.
Quem educa também se auto-educa se estiver atento.
Muitas questões emergentes presentes entre pais e filhos e também para além disso, são focadas, colocando sempre em perspectiva a estrutura de personalidade dos pais.
Destaco
a preferencia por um dos filhos:
[...]O traço que menos aprecia num filho é, com frequência, o mesmo que V. rejeita em si[...]

A depressão:
[...] A depressão como sinal indirecto de raiva, resulta de raiva forte, e não manifestada, contra alguma pessoa ou situação, e da culpa em relação a essa raiva e da sua repressão. Esse processo ocorre no subconsciente e a pessoa só percebe que se sente deprimida[...]

A questão da agressão física tambem é abordada; algo que eu pessoalmente acho absolutamente deplorável e impensável de praticar, e particularmente aberrante sobretudo de pais para filhos pequenos.

[...]o psicólogo Albert Mehrabian afirma que apenas sete por cento de uma mensagem é transmitida pelas palavras enquanto o resto é transmitido pelo tom e pelos músculos[...]

A importância da empatia na educação. Disciplina e auto-estima.

As estruturas da personalidade, suas interferências e equívocos, são abordados de vários modos pela autora bem como os modos de gerir e recuperar erros cometidos ou a questão dos sobredotados versus aceitação social.

Recomenda-se o livro de Dorothy Corkille Briggs, Faça do seu filho uma criança feliz
edição portuguesa da Dinalivro.


No comments:

Post a comment