Thursday, October 21, 2004

Polémico, muito polémico...

Tenho bastante interesse na área de saúde, talvez por isso chamou-me a atenção um texto com o pouco usual titulo "Os homens têm menstruações?".
Isto num capítulo de um livro dedicado á Andropausa da autoria de Giuseppe Aprile e Caterina Kolosimo.

Parece que as evidências de que os homens também apresentam provas fisiológicas de um ciclo mensal, foi estudado já ha muito tempo pelo fisiologista italiano Sanctorius (1561-1636) e outros nomeados abaixo.

Os excertos seguintes constam do livro dos autores citados no inicio do post.

“[...]estudou atentamente durante um longo período, alguns indivíduos, fazendo uma relação entre o peso do corpo e os líquidos segregados[...].
Notou que a maior parte dos sujeitos apresentava ciclicamente, sem que algum motivo o justificasse, edemas nas pálpebras e nos tornozelos e que, cerca de um dia depois emitiam uma descarga de urina (quantitativamente o dobro do que era habitual) a que se seguia o desaparecimento dos edemas[...]estabeleceu, em conclusão, que a polúria se verificava regularmente de vinte e oito em vinte e oito dias[...]tinha aberto a porta á investigação sobre os ciclo sexuais masculinos.
[...]Sucessivamente, Laycock descobriu que estes últimos eram estreitamente influenciados pela Lua.
Estamos ainda no início, nas primeiras tentativas incertas, que terão nas observações de Albrecht algo de positivo.

Este notou que os machos não são mais do que fêmeas rudimentares: em todos os mamíferos machos existe um útero primitivo, o canal de Müller.
Numa segunda fase demonstrou que, periodicamente, todos os vinte e nove a trinta dias, aparecem na urina do homem glóbulos vermelhos e glóbulos brancos, elementos microscópicos que considerou como fluxo menstrual diminuto.
Depois de dezenas de observações em muitos pacientes e amigos, escreve Hammond, posso afirmar que os homens apresentam equivalentes menstruais tais como hemicrânia periódica, hematúria periódica, nervosismo injustificado, abundante secreção de ácido úrico com a urina em cada mês lunar. Penso que se trata de um fenómeno muito mais comum do que se suspeita."

No comments:

Post a comment