Wednesday, September 29, 2004

Os caminhos do perfume

PRINCIPAIS MATÉRIAS PRIMAS

São extremamente variadas e numerosas. A perfumaria é, sem dúvida, a arte que utiliza o maior número de matérias diferentes. Atualmente, centenas de produtos naturais e milhares de produtos sintéticos são corretamente utilizados em perfumaria. Matérias-primas para perfumes são encontradas no mundo inteiro; muitas vezes são raras ou difíceis de serem encontradas e, por isso mesmo, cada vez mais caras.Vejamos então algumas das matérias-primas mais utilizadas:


Flores Jasmim: a maioria dos grandes perfumes contém jasmim. São necessários 600kg de flores de jasmim, mais ou menos 5 milhões de flores, colhidas uma a uma ao amanhecer para obter 1kg de essência de jasmim. Local: Grasse (França) e África do Norte. Rosa: é necessário saber distinguir a Rosa da Bulgária e Rosa de Maio (cultivada em Grasse). Da combinação de ambas se obtém a fragrância mais suave da rosa. Flor de Laranjeira: cuja essência se chama Neroli, de Provence (França), Itália e Egito.Tuberosa: fragrância que faz lembrar a flor do lírio. Ylang-Ylang: da Índia, cujo nome significa "flor das flores".Lavanda: de Haute Provence (França).


Grãos Fava Tonka: da Venezuela.
Coentro: dos países mediterrâneos.
Ambrete: (do âmbar) da Índia e Antilhas.
Petit grain: proveniente das folhas da laranja azeda (Itália).


Madeiras e cascas de troncos.
Sândalos de Misore: Itália.
Cedro do Quênia e do Atlas: Marrocos.
Casca de canela: do Ceilão e Madagascar.
Casca da Betula: da Rússia e Canadá - utilizada para a nota "cuir" (couro)-ver abaixo.


Folhas Patchouli: da Indonésia.
Musgos: Musgo de Carvalho -da Jugoslávia e que é a base de todas as composições Chyprees.


Resinas na origem das notas balsâmicas:
Galbano da Pérsia.
Benjoin do Sião Opopanax da Abissínia.
Mirra do Oriente.


Tomilho e Menta.


Cítricos, que são a base das notas Hesperidees:
Limão da Itália e Califórnia.
Bergamota da Calábria (Itália) e Costa do Marfim.
Laranja da Espanha e da Flórida.
Tangerina da Itália.


Raízes, de Vetiver de Java.


Produtos de origem incomum utilizados em perfumaria e a questão do respeito à vida animal:
Âmbar Gris: âmbar, secreção rejeitada pelo cachalote e recolhidas nas águas do Oceano Índico e ao longo da Costa do Peru.
Musk (almíscar): proveniente de uma glândula da cabra do Tibete, Himalaia.
Civete: extraído do gato selvagem da Abissínia.

Couro, peles, marfim, travesseiros de penas de ganso, perfumes à base de almíscar (Musk), são resultado de um tratamento desumano aos animais. Todos estes produtos podem ser facilmente substituídos por outros produtos. Couro e pele natural por produtos sintéticos, marfim por plástico ou resina, penas de ganso por espuma ou látex e almíscar por fragrâncias de laboratório.
Os produtos eticamente corretos são muitas vezes mais baratos.

AS NOTAS DE UM PERFUME

Um perfume é concebido para se desenvolver no tempo, como fogos de artifício: explode com as notas de cabeça que devem prender a atenção desde o primeiro segundo se desenvolve e se enriquece gradualmente com as notas de coração aí ele permanece com as notas de fundo que dão o rastro e perduram na recordação. Mas ele conserva sua unidade: deve desprender-se em evolução progressiva e permanecer sem enfraquecimento até o final. Indicamos aqui quais os produtos responsáveis pelos 3 momentos do perfume:

Nota de cabeça: Os primeiros 15 minutos de evaporação. Dá o frescor e impressão inicial do perfume. Hesperideas (bergamota, laranja, tangerina) e também, lavanda, estragão, louro e manjericão.
Notas de coração: As próximas 3 ou 4 horas de evaporação. Dá a personalidade e o caráter do perfume. Essência rosa, gerânio, neroli. Estes produtos são chamados modificadores.
Notas de fundo: As 4, 5 ou até 8 horas finais da evaporação . Dá a profundidade e fixação ao perfume. Essência de jasmim, sândalo, patchouli, vetiver, musgo de carvalho, civete, almíscar, âmbar, baunilha. Esses são chamados fixadores. Além desta estrutura, um bom perfume deve ter qualidades técnicas: deve ser forte, persistente e deixar um rastro. Enfim, sua elaboração deve ser homogênea de modo que sua evolução (nota de cabeça, de coração, de fundo) tenha uma característica comum. Um compositor de talento deve saber obedecer a todas as leis para criar um perfume que irá agradar ao público.A maioria dos perfumes podem ser agrupados em famílias, cada família sendo caracterizada por uma dominante olfativa.

Oferecemos aqui uma classificação de sete famílias diferentes:
Notas florais: Como seu nome indica, são em geral perfumes com notas dominantes de flores. São perfumes românticos e delicados.
Notas aldehydes-florais: Que associam a um dominante floral, um frescor inicial característico, proveniente de produtos de síntese, os aldeídos.
Notas verdes: A fragrância inicial lembra uma folhagem colhida. Os perfumes desta família são frescos, jovens, vivificantes.
Notas chypress: Sua denominação provém de combinação clássica, de hesperides (sobretudo bergamota), de flores (jasmim, rosa, ylang-ylang) e de um fundo quente de musgo de carvalho e de âmbar. Estes são perfumes quentes, sensuais e sofisticados.
Notas orientais: São os perfumes fortes, com base de âmbar e baunilha.
Notas cítricas: Contém extratos de cascas de frutas cítricas como: limão, mandarina, laranja e bergamota para criar águas de colônia refrescantes.
Notas de couro: A base de notas secas que tentam reproduzir o aroma do couro.

Informaçao retirada na quase totalidade daqui


No comments:

Post a comment