Saturday, May 21, 2005

Outros



Ausente quase,
passeio
ao ritmo das ruas.

Árvores e estações
os pés me dançam.
*
Pelas paredes
ficaram os retratos
mas as molduras não guardam
o que delas para sempre
se ausenta
*
Entre ruínas permanece o segredo.
Um tempo ronda ali
sem qualquer água para a sede.
*

No comments:

Post a comment